Abastecimento irregular de caminhão-pipa em poços clandestinos em Cabo Frio

Operação contou com a participação de agentes da Polícia Civil e equipe da Prolagos

0
65

Fiscais do Instituto Estadual do Ambiente (INEA), por meio da Superintendência Regional Lagos São João (Suplaj), encontraram na tarde desta quinta-feira (16) um galpão utilizado para o fornecimento de água de poço para caminhões-pipas clandestinos no bairro Guriri, em Cabo Frio. A ação contou com o apoio de agentes da Polícia Civil e da Prolagos, que ajudou na retirada dos canos e bombas e na desativação dos poços.

A equipe do INEA chegou ao local após denúncias feitas ao Ministério Público Federal e identificou 12 poços clandestinos que abasteciam de 5 a 10 caminhões-pipa por dia. Segundo o INEA, os veículos atuavam na Região dos Lagos, com principal foco em Cabo Frio e Armação dos Búzios e empresas da região. Além da estrutura para o abastecimento dos veículos, um caminhão-pipa foi encontrado no local e também um motorista, que fugiu ao avistar os fiscais e a polícia. Todos os equipamentos foram apreendidos e os poços desativados.

“O perigo em consumir uma água clandestina é adquirir diversos tipos de doenças de pele, intestinal, entre outras. Saber a origem do produto é requisito essencial para garantir a saúde.”, comenta Allan Oliveira, técnico operacional do INEA, que junto com Alexandre Pessanha, chefe de fiscalização do instituto, e equipe, conduziu a operação.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here