windows 10 pro office 2019 pro office 365 pro windows 10 home windows 10 enterprise office 2019 home and business office 2016 pro windows 10 education visio 2019 microsoft project 2019 microsoft project 2016 visio professional 2016 windows server 2012 windows server 2016 windows server 2019 Betriebssysteme office software windows server https://softhier.com/ instagram takipçi instagram beğeni instagram görüntüleme instagram otomatik beğeni facebook beğeni facebook sayfa beğenisi facebook takipçi twitter takipçi twitter beğeni twitter retweet youtube izlenme youtube abone instagram

Início Cabo Frio Abastecimento irregular de caminhão-pipa em poços clandestinos em Cabo Frio

Abastecimento irregular de caminhão-pipa em poços clandestinos em Cabo Frio

Operação contou com a participação de agentes da Polícia Civil e equipe da Prolagos

-

Fiscais do Instituto Estadual do Ambiente (INEA), por meio da Superintendência Regional Lagos São João (Suplaj), encontraram na tarde desta quinta-feira (16) um galpão utilizado para o fornecimento de água de poço para caminhões-pipas clandestinos no bairro Guriri, em Cabo Frio. A ação contou com o apoio de agentes da Polícia Civil e da Prolagos, que ajudou na retirada dos canos e bombas e na desativação dos poços.

A equipe do INEA chegou ao local após denúncias feitas ao Ministério Público Federal e identificou 12 poços clandestinos que abasteciam de 5 a 10 caminhões-pipa por dia. Segundo o INEA, os veículos atuavam na Região dos Lagos, com principal foco em Cabo Frio e Armação dos Búzios e empresas da região. Além da estrutura para o abastecimento dos veículos, um caminhão-pipa foi encontrado no local e também um motorista, que fugiu ao avistar os fiscais e a polícia. Todos os equipamentos foram apreendidos e os poços desativados.

“O perigo em consumir uma água clandestina é adquirir diversos tipos de doenças de pele, intestinal, entre outras. Saber a origem do produto é requisito essencial para garantir a saúde.”, comenta Allan Oliveira, técnico operacional do INEA, que junto com Alexandre Pessanha, chefe de fiscalização do instituto, e equipe, conduziu a operação.

Rate this post
- Advertisment -

Mais lidas

Rate this post
%d blogueiros gostam disto: