HomeArmação dos BúziosArquiteto Octavio Raja Gabaglia recebe a Medalha Tiradentes em dezembro

Arquiteto Octavio Raja Gabaglia recebe a Medalha Tiradentes em dezembro

O arquiteto e urbanista, criador do Estilo Búzios de arquitetura, será homenageado com a principal honraria do Estado do Rio de Janeiro

-

O arquiteto e urbanista Octavio Raja Gabaglia será homenageado, no dia 7 de dezembro, com a Medalha Tiradentes, maior honraria concedida pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ). Octavio foi indicado pelo Deputado Gustavo Schmidt para receber esta honraria, indicação que obteve apoio unânime da Assembleia. Esta honraria se deve à contribuição ao Estado do Rio, e ao país, pela criação de um conceito arquitetônico que leva o nome de Búzios, cidade fluminense. Destino turístico reconhecido mundialmente pela paisagem que une belezas naturais a um padrão de construções com escala baixa, inspirada na adaptação das casas feitas pelos pescadores locais, onde prevalece a madeira e telhas cerâmica, com uma ocupação que respeita o terreno, unindo interior e exterior em harmonia com a natureza.

Octavio é carioca, estudou na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UFRJ), e começou a frequentar Búzios ainda criança. Já na adolescência passou a residir mais tempo na, até então, pequena aldeia, do que na capital. Antes de terminar a faculdade começou a desenhar os primeiros projetos, tanto residências como intervenções urbanísticas, como a famosa Rua das Pedras e a charmosa praça do bairro dos Ossos. 

Sobre o Estilo Búzios ele explica que é “fruto do estudo das construções dos moradores tradicionais de Búzios”.

“O que procurei fazer aqui [em Búzios], foi valorizar, não violentar, aquilo que atraía as pessoas que chegavam ao local. Compravam as casinhas simples dos pescadores e apenas davam a elas um pouco mais de conforto, mas sem perder a simplicidade. O Estilo Búzios não nasceu, portanto, por acaso. Nasceu de um aprimoramento, de uma busca. Queria me aproximar ao máximo da construção do pescador. Tive que pesquisar, estudar, procurar entender aquilo que o pescador fazia por instinto, como os ângulos de queda do telhado, alturas e etc.”, conta.

Dedicado não apenas a arquitetura, mas a Búzios, Otavinho ganhou o apelido de Xerife e evitou que as construções de Búzios tivessem mais de dois andares. Primeiro contando uma mentira que, por mais de 15 anos, protegeu a paisagem e evitou uma desordem urbana vista em outras cidades litorâneas do país. Depois candidatou-se vereador, foi eleito, e pôde criar a lei que protege e preserva o estilo das construções de Búzios até hoje.

Na busca de implantar o hoje chamado Estilo Búzios, Octavio ajudava os pescadores, quer com projetos quer com material, na execução de suas obras. Quando um pescador chamado Tuico iniciou a construção de sua casa aonde hoje é a Rua das Pedras, fora do Estilo Búzios, Octavio por mais de uma vez ofereceu ajuda, sempre rejeitada. Até que um dia o pescador disse que iria fazer o terceiro andar, dizendo ser mentira a alegação da existência de lei que limitasse a dois andares a altura das edificações de Búzios.

“A ênfase com que proferi as palavras e a ameaça, cada vez mais forte, da aplicação de multas, acabou convencendo o proprietário do terreno que concordou em não levantar o terceiro pavimento. Não existia lei alguma, nem municipal, nem estadual, nem federal. Era uma tentativa meio desesperada de impedir o primeiro ‘espigão’ na cidade. O próprio conceito de planejamento urbano ainda engatinhava no Brasil. Mas se aquela construção vingasse, não tenho dúvida de que Búzios, tal qual a conhecemos hoje, não existiria”, orgulha-se.

O Estilo criado pelo arquiteto não é apenas aplicável a Búzios. O conceito demonstra sua vitalidade nos seus mais de 50 anos desde sua criação, incorporando novas tecnologias e atendendo a demanda de novos moradores da cidade. Embora seja uma cidade pequena, Búzios é um mercado de trabalho vibrante para mais de 40 profissionais de arquitetura. Otavinho tem obras assinadas em diferentes cidades do país e do exterior, como Estados Unidos, França e África.

Membro do Instituto dos Arquitetos do Brasil – núcleo Búzios (IAB-Búzios), Octavio deu sua colaboração no setor público ao longo dos anos também como secretário de Meio Ambiente e de Desenvolvimento Urbano, utilizando sua visão de urbanista para solucionar os desafios de um balneário com charme de vila, mas com a dinâmica de cidade, tendo também participado ativamente da elaboração do Plano Diretor do Município em 2006.

- Advertisment -

Colunas

Mais lidas

Percurso passa pelo Vale das Pitangueiras, Mirante das Conchas e Morro do Vigia. Foto: Reprodução/ Internet

‘Dia Mundial de Mares Limpos’ acontece neste sábado na Praia do...

0
Neste sábado (30), será realizado o “Dia Mundial de Mares Limpos” na Praia do Peró, em Cabo Frio. A ação vai unir trilheiros, mergulhadores,...
%d blogueiros gostam disto: