Áudio de assessor de Dr. Serginho revela loteamento de vagas no Hospital Unilagos

Processo seletivo seria apenas fachada para convocação de pessoas próximas ao político

0
196
Processo seletivo seria apenas fachada para convocação de pessoas próximas ao político. Foto: Divulgação/ Internet

Na noite desta quarta-feira (22) o Portal Fonte Certa teve acesso a áudios de Leonardo da Costa Fonseca, assessor do  deputado estadual licenciado e atual secretário Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Dr. Serginho. Nos áudios Leonardo tranquiliza uma outra pessoa, dizendo que os selecionados no processo serão cortados até chegar no pessoal ligado ao deputado.

“Eles vão começar a chamar um monte de gente lá e será todo mundo desclassificado, entendeu? Por que esse Processo Seletivo era só pra gente ficar sabendo.” 

Em outro trecho, Leonardo estipula o total de pessoas que deveriam ser inscritas. 

“Vazou na mídia, aí uma porrada de gente pegou e fez, entendeu? Aí o pessoal vai começar a trabalhar lá e eles vão mandar embora. O pessoal viu lá no Portal da Transparência, aí vazou e teve 6,8 mil inscritos e era para ser 500, 600. Ai para não cancelar o processo, teve que ser feito isso.”

“Muita gente vai ser cortada. muita gente não, Português claro, eles vão cortando, cortando, até chegar no nosso pessoal, entendeu?”. Finaliza.

O Hospital Unilagos é uma unidade de saúde particular, que, no ano passado, foi arrendada pela Prefeitura de Cabo Frio para atender pacientes contaminados pelo coronavírus. O contrato firmado pelo ex-prefeito Adriano Moreno durou até o fim de 2020, e passou a ser investigado pela Polícia Federal e pelo Ministério Público.

Em março deste ano, o governador Cláudio Castro esteve no Unilagos e anunciou a reabertura da unidade, desta vez pelo Governo do Estado, para atender pacientes de toda a Região dos Lagos. Posteriormente, o secretário de Estado de Ciência e Tecnologia, Dr. Serginho, afirmou que o funcionamento iria ocorrer por meio da UERJ, como um hospital escola. Apesar da promessa, a reabertura não se concretizou.

O Portal Fonte Certa entrou em contato com a Assessoria de Comunicação da Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, que respondeu informando que “processo seletivo de servidores do hospital Unilagos foi elaborado pela UERJ, dentro de sua autonomia administrativa e universitária, passando pelos critérios objetivos do edital e com ampla publicidade e transparência.”

Leia a nota na integra

O processo seletivo de servidores do hospital Unilagos foi elaborado pela UERJ, dentro de sua autonomia administrativa e universitária, passando pelos critérios objetivos do edital e com ampla publicidade e transparência.

Foram quase 10 mil inscritos, tamanha a publicidade que se deu.

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI) esclarece que o áudio veiculado não condiz com a realidade, tanto que o servidor buscava justificar a não aprovação de pessoa próxima a ele.

Nenhum servidor teve acesso ao processo seletivo e a SECTI vai abrir uma investigação preliminar para apurar a disseminação de tais informações.

Mediante tal gravidade, o servidor foi exonerado.

A UERJ, instituição pública que consta entre as maiores e mais prestigiadas do Brasil e América Latina, tem sua missão baseada em princípios de igualdade e pluralidade, prezando pela lisura e transparência dos processos licitatórios.
Por fim, vale ressaltar ainda que a SECTI, suas vinculadas e o próprio secretário deram ampla divulgação do processo seletivo, seja pelas redes sociais ou mesmo por entrevistas concedidas, pelo secretário, à imprensa.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here