Início Araruama Brasil x Bélgica: Um dos jogos mais difíceis da Copa

Brasil x Bélgica: Um dos jogos mais difíceis da Copa

De um lado, o melhor ataque do torneio, e do outro, a melhor defesa

-

O Brasil encara a Bélgica, pela quartas de finais da Copa do Mundo da Rússia, nesta sexta-feira (6), às 15h, e tem pela frente um grande desafio, tendo em vista que a Seleção Belga tem um elenco recheado de bons jogadores e contará com a sintonia de seus três craques ofensivos, Eden Hazard, De Bruyne e Lukaku, para bater o time Canarinho. A seleção não conta com o volante Casemiro, suspenso por dois cartões amarelos, e ainda há dúvida em relação a lateral esquerda, pois o lateral Marcelo está recém-recuperado de lesão.

Alguns números da equipe favorecem o quadro de uma das adversárias favoritas a ser campeã do torneio como não sofrer derrotas há 23 jogos, mais de dois anos. A Espanha foi a última seleção a realizar o tento de vencê-la, em 2016. Também possui o melhor ataque da copa com 12 gols, uma média de três por partida, e esse resultado se repetiu em oito dos últimos dez jogos.

O técnico, Roberto Martínez, vem armando a equipe de duas formas, em 3-4-3 e 3-6-1. O time, dependendo do momento da partida, realiza a troca de formação dada as condições de jogo. Porém, há brechas para contra-ataques rápidos, o que a equipe brasileira tem como qualidade, tendo em vista que a última partida realizada contra o Japão a equipe mostrou que possui dificuldades de recomposição defensiva, forma como Genki Haraguchi e Takashi Inui marcaram os dois gols da equipe oriental.

A equipe ainda conta com boas peças de reposição. Analisando a vitória pela vantagem mínima, contra a Inglaterra, onde jogou com nove reservas, a equipe também se comportou muito bem. Mesmo com o time inglês também entrando em campo com seus titulares de folga, o jogador Belga Adnan Januzaj marcou um dos gols mais bonitos da competição, o que claramente é mérito de nosso próximo adversário.

O time comandado por Tite, joga na formação criada pelo técnico do Flamengo em 1977, Cláudio Coutinho, e aperfeiçoada ao longo dos anos por Carpegiani e outros treinadores, o famoso 4-1-4-1, com um falso 9 fazendo o papel de pivô abrindo espaço para os pontas. E o esquema caiu como uma luva, são 25 jogos, 20 vitórias, 4 empates e uma derrota. No torneio, a defesa montada com Fagner, Thiago Silva, Miranda e Filipe Luís, sofreu apenas um gol, contra a Suíça, na estreia da equipe no torneio.

A primeira partida na competição, o elenco titular se mostrou nervoso, igualmente no segundo, mas após a vitória, a Seleção Brasileira conseguiu encaixar seu jogo e mostrou contra o México, uma grande parte de seu potencial. Uma partida onde, especialmente, Neymar e William, finalmente brilharam. Os pontas da seleção, um o grande craque do PSG, e o outro, peça importante do Chelsea, finalmente mostraram a que vieram.

O confronto será, com certeza, um dos mais interessantes da competição. Duas escolas diferentes do futebol, uma consagrada com cinco títulos tentando o hexa há 12 anos, e uma tentando a consolidação de sua melhor geração na história do esporte no país. Dois técnicos de grande inteligência e leitura de jogo, duas equipes com jogadores incríveis, será, com certeza, uma das apelidadas “finais antecipadas” do torneio.

Região dos Lagos

Em virtude da partida, as Prefeituras decretaram que as repartições públicas municipais funcionam apenas durante meio expediente. Mantendo apenas serviços essenciais em funcionamento, com turnos definidos por escalas pelas chefias dos setores.

- Advertisment -

Mais lidas

'Pedal Outubro Rosa' acontece nesta quinta em Cabo Frio

‘Pedal Outubro Rosa’ acontece nesta quinta em Cabo Frio

Evento tem objetivo de somar com a campanha contra o câncer e de conscientizar sobre a importância da bicicleta