windows 10 pro office 2019 pro office 365 pro windows 10 home windows 10 enterprise office 2019 home and business office 2016 pro windows 10 education visio 2019 microsoft project 2019 microsoft project 2016 visio professional 2016 windows server 2012 windows server 2016 windows server 2019 Betriebssysteme office software windows server https://softhier.com/ instagram takipçi instagram beğeni instagram görüntüleme instagram otomatik beğeni facebook beğeni facebook sayfa beğenisi facebook takipçi twitter takipçi twitter beğeni twitter retweet youtube izlenme youtube abone instagram

Início Armação dos Búzios Búzios proíbe permanência nas praias após aprovação do feriadão

Búzios proíbe permanência nas praias após aprovação do feriadão

Estabelecimentos comerciais só poderão funcionar até meia-noite e com apenas 50% da lotação

-

O município de Armação dos Búzios anunciou nessa terça-feira (23), novas medidas para conter o avanço da Covid-19 na cidade. A decisão foi tomada após a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovar o projeto de lei que antecipa os feriados de abril (21, Tiradentes e 23, São Jorge) para o período entre 26 de março e 4 de abril. De acordo com a prefeitura essa decisão da Alerj, pode acarretar em um grande fluxo de turistas para a Região dos Lagos.

A permanência nas praias do balneário já está proibida de acordo com o decreto municipal n° 1.595, que está em vigor. O acesso a elas só é permitido para a prática de atividades físicas individuais ao ar livre. Os estabelecimentos comerciais só poderão funcionar até meia-noite e com limite de apenas 50% da sua lotação.

Passeios de escunas, catamarãs, barco táxis e demais embarcações estão autorizadas a funcionar, limitados a 50% da sua lotação; todos os embarcados, incluindo turistas e tripulantes, devem usar máscara de proteção e manter distância de 1,5m (um metro e meio).

Quanto aos veículos de transporte coletivo, deverão obedecer a taxa de ocupação de 50% da capacidade total. Festas, shows e eventos seguem proibidos.

A fiscalização ficará a cargo de agentes públicos municipais, que poderão pedir o apoio da Polícia Militar para garantir o cumprimento do novo decreto. O descumprimento pode resultar em aplicação de advertência, multa e, em último caso, na cassação do alvará.

De acordo com a prefeitura, as barreiras sanitárias serão intensificadas e o QR Code será emitido apenas para hospedagens no município.

Búzios totaliza 3.386 casos de Covid-19, com 36 mortes.

Rate this post
- Advertisment -

Mais lidas

Rate this post
%d blogueiros gostam disto: