Início Cabo Frio Câmara reprova contas e Alair Corrêa fica inelegível por oito anos

Câmara reprova contas e Alair Corrêa fica inelegível por oito anos

Ex-prefeito tentou sensibilizar vereadores com discurso emotivo na última hora

-

A Câmara de Cabo Frio tratou de jogar água fria em qualquer tentativa do ex-prefeito Alair Corrêa de continuar na vida pública. Em votação realizada na noite desta terça-feira (23), foram rejeitadas as contas relativas aos anos de 2015 e 2016. Já havia um parecer contrário da Comissão de Finanças da Casa para os dois exercícios, que seguia a reprovação do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ). As contas de 2013 e 2014 foram aprovadas conforme já haviam feito o TCE e a Comissão de Finanças. Com o resultado, o ex-prefeito fica inelegível por oito anos, conforme a Lei da Ficha Limpa.

A sessão foi bastante concorrida e todos os 17 vereadores participaram dela. O ex-prefeito esteve no plenário e discursou quase uma hora para tentar sensibilizar os vereadores a aprovarem suas contas. Em sua defesa, alegou a dificuldade de honrar ao compromissos após a crise dos royalties e os casos de corrupção na Petrobras. Como já vinha fazendo, Alair também culpou o Plano de Carreira criado em 2012, pelo ex-prefeito Marquinho Mendes.

“Gostaria que os vereadores prestassem uma homenagem a minha história e a da minha família e aprovassem as minhas contas”, apelou, já no fim do discurso.

A votação das quatro contas foi feita separadamente e de forma secreta. As contas de 2013 e 2014 foram aprovadas por 16 a 1. Já o balanço de 2015 foi reprovado, mesmo com 9 votos favoráveis e 8 contrários. Para derrubar o parecer da comissão desnecessários 12 votos, um terço dos vereadores. Já para 2016, foram sete votos para aprovar, nove para reprovar e uma abstenção.

- Advertisment -

Mais lidas

'Pedal Outubro Rosa' acontece nesta quinta em Cabo Frio

‘Pedal Outubro Rosa’ acontece nesta quinta em Cabo Frio

Evento tem objetivo de somar com a campanha contra o câncer e de conscientizar sobre a importância da bicicleta