Início Cabo Frio Casco do suposto barco Guma não é mais avistado, diz Marinha

Casco do suposto barco Guma não é mais avistado, diz Marinha

Embarcação teria sido vista pela última vez no dia 7 deste mês no Rio Grande do Sul

-

O caso da embarcação cabo-friense desaparecida desde o dia 8 de setembro ganhou mais um capítulo. A Marinha do Brasil informou nesta segunda-feira (11) que em virtude das condições climáticas adversas na área da operação de salvamento, o suposto casco da embarcação “Guma” não foi mais avistado pelo Rebocador de Alto Mar “Tritão”.

Segundo a Marinha, a última vez em que o destroços da possível embarcação foram vistos foi no dia 7 deste mês, a cerca de 96 quilômetros da cidade de Torres no Rio Grande do Sul (RS). Na ocasião, fotos dos destroços circularam nas redes sociais.

Um Navio-Patrulha foi enviado para a região das buscas na última sexta-feira (8) em ação conjunta com o Rebocador “Tritão”. A ação, que ainda conta com uma aeronave da Força Aérea Brasileira, segue na região, segundo a Marinha.

Todos os acontecimentos envolvendo o “Guma”, incluindo o paradeiro de seus tripulantes, estão sendo investigados pela Marinha em um inquérito instaurado para apurar as causas e responsabilidades pelo desaparecimento.

Entenda o caso
A embarcação com os pecadores está desaparecida desde o dia 8 de setembro, quando saíram da Ilha do Papagaio, em Cabo Frio, fazer uma pesca em alto-mar e desapareceram. Segundo a Capitania dos Portos, o último contato que os tripulantes fizeram, por meio de rádio, foi na noite de 09 de setembro, um dia depois da partida. A embarcação estava a 45 km da Ilha do Farol, em Arraial do Cabo. Depois disso, o barco não foi mais visto.

- Advertisment -

Mais lidas

'Pedal Outubro Rosa' acontece nesta quinta em Cabo Frio

‘Pedal Outubro Rosa’ acontece nesta quinta em Cabo Frio

Evento tem objetivo de somar com a campanha contra o câncer e de conscientizar sobre a importância da bicicleta