Cinco candidatos concorrem neste domingo (2) para ter o direito de administrar Iguaba Grande

Vencedor terá mandato tampão e vai governar até 31 de dezembro de 2020

Cinco candidatos disputam as eleições suplementares para prefeito e vice em Iguaba Grande, que será realizada no domingo (2). O prefeito eleito exercerá o mandato até 31 de dezembro de 2020, quando cederá o cargo ao candidato que será eleito nas eleições municipais do ano que vem. O perfil dos concorrentes, com informações como profissão, grau de instrução, lista de bens declarados, podem ser consultadas  em http://divulgacandcontas.tse.jus.br.

Em ordem alfabética, concorrem Jefferson Ferreira Martini, o Jeffinho do Gás, candidato a prefeito pela “Coligação Renova Iguaba” (PTC/PTB). Ele tem como vice Alvaro Claro Alla, o Professor Alvinho. Miqueias de Mattos Gomes encabeça a coligação “Iguaba, Grande Aliança” (MDB/PP/PV), com Alessandro Silva Grimauth, o Doutor Alessandro, como vice. Rodolfo José Mesquita Pedrosa Filho, o Rodolfinho Pedrosa, e o vice, Nilson Amorim são os candidatos da coligação “Unidos Pelo Desenvolvimento de Iguaba” (PR/DEM/PSDB).

A chapa de Vantoil Medeiros Martins traz como vice Alexandre Carvalho, o Alexandre da Farmácia. Eles concorrem pela coligação “Avança Iguaba Grande” (PPS/PSB). Já Washington Luis Tahim Moreira, o suboficial Washington Tahim, terá como vice  Lincoln da Silva, o suboficial Lincoln, na chapa da coligação “Missão Dada É Missão Cumprida” (PSL/SD).

Seguem abaixo os números e nomes de urnas dos candidatos:

Jeffinho – 36

Miqueias Gomes – 15

Rodolfinho Pedrosa – 22

Vantoil – 23

Suboficial Washington Tahim – 17

Restrições na propaganda a partir desta sexta (31)

Esta quinta-feira (30) foi o último dia para propaganda política mediante reuniões públicas ou de comícios e utilização de aparelhagem de sonorização fixa entre  8h e meia-noite, conforme estabelece a Resolução TRE-RJ 1.086/19,  que trata sobre as eleições suplementares em Iguaba Grande. Já sexta-feira (31) é o prazo-limite para a divulgação paga, na imprensa escrita, e a reprodução na internet do jornal impresso, de propaganda eleitoral.

No último dia para a propaganda eleitoral, sábado (1º) véspera da eleição, ainda é permitida a utilização de alto-falantes ou amplificadores de som entre as 8 horas e as 22 horas. Também pode haver distribuição de material gráfico e a promoção de caminhada, carreata, passeata.  O uso carro de som é autorizado, até as 22 horas, apenas em carreatas, caminhadas e passeatas ou durante reuniões e comícios.