Direto da Fonte | A política da Região dos Lagos nesta sexta-feira (17)

Faltam praticamente três meses para as eleições de outubro e é importante que os eleitores da Região dos Lagos tenham noção da importância do voto desta área para o Estado do Rio de Janeiro. Se for levar em conta os seis municípios que estão dentro da área de cobertura do fontecerta.com, estamos falando de Cabo Frio, São Pedro da Aldeia, Arraial do Cabo, Búzios, Iguaba e Araruama, somam quase 500 mil eleitores. Para uma eleição que vai decidir o governador do estado, esta região torna-se primordial para esta votação. Não à toa, assistimos em 2022 diversas visitas do governador Cláudio Castro – ele sabe do valor destes eleitores no mapa eleitoral do estado. E, obviamente, outros candidatos como Rodrigo Neves e o ex-governador Garotinho, também já figuraram por aqui.

O mesmo acontece com a eleição para deputado estadual e federal. Para ser eleito para a Assembleia do Estado do Rio de Janeiro, por exemplo, o candidato tem que ter uma base forte de eleitores em sua região, seja ela a dos Lagos ou seja ela a Baixada Fluminense. Por isso, hoje temos candidatos de diversos lugares do estado que visitam as cidades da região em busca de apoio político, não só de eleitores considerados bons de voto (os que lideram bairros ou entidades e naturalmente conseguem votos da comunidade a que pertencem), mas de políticos locais que selam parceria com os de fora. Imagine a eleição para deputado Federal e pense no quanto o político precisa de votos de todas as regiões do seu estado.

Por essas e outras questões, a Região dos Lagos tem papel fundamental nas eleições de outubro e é preciso que os políticos daqui valorizem essa área. Não aguentamos mais assistir apoio político em troca de apoio político, ou seja, não são as necessidades da área que estão em primeiro lugar, mas sim a troca de favores entre os pares. Já não dá mais pra ficar assistindo a Região dos Lagos sendo usada de forma tosca em eleições. É preciso que o eleitor entenda isso e torne o seu voto uma poderosa arma contra os que só aparecem quando precisam de votos, que só destinam emendas em ano de eleição. A região precisa ser valorizada, precisa de investimentos que estejam a altura da importância que ela ocupa no Estado do Rio de Janeiro.

As eleições estão chegando. Está na hora de cada um de nós analisarmos se vamos continuar aceitando migalhas ou se vamos nos posicionar contra isso.

Share on facebook
Facebook
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email