Início Araruama Com máscaras amarelas, Prolagos reforça a importância da segurança no trânsito

Com máscaras amarelas, Prolagos reforça a importância da segurança no trânsito

Empresa estabeleceu velocidade máxima de 60 km/h em todos os carros e faz o acompanhamento de toda a frota em tempo real.

-

Em meio às ações de combate à pandemia do novo coronavírus, a Prolagos encontrou uma maneira de chamar a atenção da população para um problema considerado epidemia pela Organização Mundial de Saúde (OMS) por ser uma das principais causas de morte: os acidentes no trânsito. 
Na manutenção das redes de água e esgoto, operação das estações de tratamento, no atendimento domiciliar e nas demais atividades realizadas nas ruas de Cabo Frio, Arraial, Búzios, Iguaba e São Pedro, os funcionários utilizaram máscaras amarelas nesta terça-feira (19). O acessório facial que ajuda na proteção contra o novo coronavírus ganhou o toque do Maio Amarelo, cor que simboliza a atenção no trânsito.

“Mesmo com toda atenção voltada ao novo coronavírus, entendemos que reforçar a mensagem de cautela no trânsito é fundamental neste momento em que as pessoas estão repensando sobre seus hábitos e entendendo que pequenas ações podem salvar vidas. Assim como o isolamento social, os cuidados com a higiene e uso das máscaras se tornaram fundamentais para combater a Covid-19, a prudência no trânsito e o respeito às normas são essenciais para termos um trânsito mais seguro”, reforçou a coordenadora da área de Meio Ambiente, Saúde e Segurança da Prolagos, Gabriela Negreiros.
 
A mobilização de hoje é apenas uma das ações praticadas para conscientizar e treinar os motoristas da concessionária, que, periodicamente, passam por aulas de reciclagem em direção defensiva. A empresa estabeleceu velocidade máxima de 60 km/h em todos os carros e faz o acompanhamento de toda a frota em tempo real.

“Um dispositivo emite um alarme sonoro quando o limite de velocidade é ultrapassado para alertar o motorista. Diariamente, as lideranças recebem relatórios com dados sobre as velocidades máxima e média de cada carro, identificando se alguém ultrapassou o limite pré-determinado e se houve reincidência no mês. Essas informações permitem planejarmos de maneira mais assertiva as ações alinhadas às estratégias corporativas”, comentou o coordenador Administrativo André Pires, responsável pelo setor de Gestão de Frotas.

- Advertisment -

Mais lidas