Início Armação dos Búzios Confusão entre pescador e guardas municipais causa polêmica em Búzios

Confusão entre pescador e guardas municipais causa polêmica em Búzios

Caso para na delegacia: presidente de associação reclama de truculência e Prefeitura afirma que houve desacato

-

Uma confusão envolvendo o presidente da Associação de Pescadores de Búzios, Amarido Sá, conhecido como Chita, e guardas municipais, nesta sexta-feira (7), causou muita polêmica nas redes sociais, inclusive com acusações de truculência e excessos por parte dos agentes. Uma parte menor dos internautas defendeu a atuação dos guardas.

Um vídeo publicado na internet mostra Chita discutindo e sendo cercado por pelo menos quatro agentes. O pescador de 54 anos é contido e, ao tentar se desvencilhar, chega a cair no chão. O tom da discussão aumenta e Chita acaba sendo levado à força por dois guardas municipais e colocado dentro de uma viatura dos agentes.

O motivo da briga teria sido um desentendimento por causa de uma mudança no trânsito  nas imediações da Rua das Pedras, cujo acesso estava proibido. Câmeras de segurança registraram a discussão com os agentes e o início da confusão. O pescador acusa os guardas municipais de lhe perseguirem há muitos anos.

“Estava com o meu neto de quatro anos e fui levar meus equipamentos, que são pesados, para a colônia. Como eu vi os cone aberto, como é normal, todos os carros passando e eu passei também. Só que quando eu passei ela fechou meu carro, começou a gritar dizendo que não poderia entrar na Rua das Pedras. Eu desci do carro, deixei meu neto sentado e fui conversar com ela para perguntar por que não poderia passar. Qualquer um faria isso. Os vídeos mostram que eu estava falando. Ela falou que eu não podia passar com a voz muito alterada e gestos muito fortes sem necessidade nenhuma. Pedi para que ela falasse baixo e e tirasse o dedo do meu rosto. Não consegui mais falar com ela, peguei o carro e fui embora com meu neto. Fiquei muito triste com aquilo e depois voltei para ter uma satisfação do porquê daquilo. Foi o pior que eu fiz na minha vida. Ela ficou mais agressiva, chamou um outro que começou a me ofender com palavras pesadas e dizer que eu não era homem. Tenho 54 anos, sou um chefe de família, sou homem sim, trabalhador. Falei que ele não deveria falar assim comigo e ele partiu para cima de mim. Eu não fiz nada, não bati nele, não me defendi. Vieram mais quatro guardas, me bateram no chão, me espancaram e colocaram algemas na marra,. Pedi que não fizessem e procurassem o meu neto, que estava largado ali, uma criancinha pequena vendo aquilo tudo ali”, disse Chita, garantindo ter levado tapas, chutes e spray de pimenta no rosto.

A Prefeitura de Búzios se manifestou sobre o episódio por meio de uma nota oficial, na qual diz que “o acesso a Rua das Pedras se encontrava impedido temporariamente para a realização de um procedimento que a obstrui-a, o que irritou o morador e o levou a discutir com os agentes, conforme está registrado nas imagens das câmeras de segurança, chegou a utilizar de ofensas verbais, o que obrigou aos guardas municipais a contê-lo utilizando o uso progressivo da força e conduzi-o até à delegacia (127-DP) para registro de ocorrência.

A Prefeitura disse ainda “que o procedimento foi realizado dentro de regras e técnicas recomendadas, e que as imagens do sistema de segurança já foram analisadas e comprovada a versão dos guardas” e que lamenta que “numa cidade pequena onde todos se conhecem, ainda ocorram fatos como este, pois os profissionais são autoridades constituídas para tratar da organização e proteção do patrimônio público e preservação da ordem”.

O pescador afirmou que registrou queixa na delegacia e fez exame de corpo de delito. Chita aformou ter recebido várias ligações de apoio.

“Meu neto já disse que não quer vir mais comigo na colônia porque presenciou aquilo tudo e ficou em choque. É muito triste isso. Eu estou com ombro inchado, com a costela e a coluna machucada. Não precisava disso, não sou violento”, lamentou.

Confira abaixo os vídeos publicados na página Búzios da Depressão e as imagens das câmeras de segurança da Prefeitura.

- Advertisment -

Mais lidas

'Pedal Outubro Rosa' acontece nesta quinta em Cabo Frio

‘Pedal Outubro Rosa’ acontece nesta quinta em Cabo Frio

Evento tem objetivo de somar com a campanha contra o câncer e de conscientizar sobre a importância da bicicleta