Início Arraial do Cabo CPI da Alerj investiga irregularidades da Prolagos após denúncias

CPI da Alerj investiga irregularidades da Prolagos após denúncias

Moradores de Arraial do Cabo e Cabo Frio apontaram erros em cobranças de tarifas e fornecimento de serviços

-

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) vai apurar denúncias de irregularidades nas cobranças de tarifas feitas pela Prolagos, concessionária de fornecimento de água e tratamento de esgoto da Região dos Lagos.

Segundo a Alerj, as denúncias foram feitas durante uma audiência pública, realizada no último sábado (11) em Cabo Frio. Os moradores de Monte Alto, Figueira e Novo Arraial, bairros de Arraial do Cabo, afirmam que muitos residentes dessas localidades pagam tarifas, mas não possuem acesso a água tratada.

O pescador Joel Dias, morador de Monte Alto há 25 anos, conta que o tratamento de esgoto ainda não é realizado na localidade. “Eles instalaram manilhas, mas não começaram a tratar nosso esgoto. São cerca de dez mil pessoas nessa situação em Monte Alto”, alega.

Os moradores também denunciaram que é cobrado um consumo mínimo de dez mil litros de água, mesmo quando é gasto menos do que isso. “Existem pessoas que consomem 500 litros, mas paga como se usasse dez mil. Isso é justo?”, indaga outro morador, Cleber Rodrigues dos Santos.

Ainda segundo a Alerj, dados obtidos pela CPI demonstram que cerca de quatro mil famílias deveriam participar da tarifa social, mas apenas mil exercem o direito. Nenhum representante da Prolagos esteve presente à audiência.

O Portal Fonte Certa entrou em contato com a concessionária Prolagos e aguarda posicionamento sobre o caso.

- Advertisment -

Mais lidas

'Pedal Outubro Rosa' acontece nesta quinta em Cabo Frio

‘Pedal Outubro Rosa’ acontece nesta quinta em Cabo Frio

Evento tem objetivo de somar com a campanha contra o câncer e de conscientizar sobre a importância da bicicleta