Início Araruama Davi Souza lança campanha “Vacina no braço, comida no prato” na próxima...

Davi Souza lança campanha “Vacina no braço, comida no prato” na próxima segunda-feira (3)

Objetivo é ajudar famílias afetadas pela crise causada pela pandemia e monitorar compra da vacina pelo município

-

O vereador Davi Souza lança na próxima segunda-feira (30), a campanha “Vacina no braço, comida no prato”, que irá arrecadar alimentos não perecíveis nos pontos de vacinação Drive-Thru em Cabo Frio, além de rastrear as vacinas compradas por meio do Consórcio Público Intermunicipal de Desenvolvimento do Norte e Noroeste Fluminense e da Frente Nacional de Prefeitos.

A iniciativa tem como objetivo atender pessoas afetadas durante a crise causada pela pandemia. A live de lançamento será transmitida pelo perfil pessoal de Davi no Facebook, na segunda-feira (3), a partir das 17h.

A ação faz parte de duas frentes do mandato, que tem a intenção de manter o cidadão informado acerca dos avanços da vacinação em nossa cidade e das iniciativas do Estado para garantir segurança alimentar ao povo cabo-friense.

“Vivemos um momento muito complicado, de crise sanitária e econômica, que está impactando diretamente na vida das famílias do município. Muitas estão precisando de auxílio para adquirir itens essenciais, como alimentos. Por isso estamos pedindo ajuda daqueles que já vão se vacinar, para que aproveitem e façam a doação”, explicou Davi.

Mesmo com a campanha, o mandato continua lutando pela entrega do kit alimentação aos alunos e pelo fortalecimento na distribuição de cestas básicas pelo CRAS.  

De acordo com levantamento realizado pelo mandato, o Governo Federal, por meio do Plano Nacional de Imunização, é responsável pela aquisição e distribuição de doses das vacinas para Cabo Frio. Até 2021, o governo federal adquiriu 53,4 milhões de doses. Em comparação aos demais países, ficamos para trás na negociação com as fabricantes. Diferente dos EUA, que ainda em 2020 havia adquirido 100 milhões de doses antes mesmo da vacina ser lançada.

“Por este motivo, estaremos monitorando e buscando respostas para o cidadão, quanto ao processo de compra da vacina por parte do município. Infelizmente, já sabemos que os dois consórcios municipais indicavam a compra da vacina Sputnik V, que foi negada pela ANVISA nesta semana. Nossa intenção é esclarecer todos esses pontos, além de manter a população informada sobre os caminhos do Executivo, para avançar na imunização”, completou Davi.

O vereador reforça a prioridade nessas duas frentes, que já vêm sendo abordadas desde o início do ano, de forma ativa pelo mandato.

“Propus e cumpri a entrega do ofício com o pedido de urgência para abertura do Hospital UNILAGOS, participei das articulações para a aprovação do Projeto de Lei do Executivo, que destinou R$ 7,5 milhões para a compra de vacinas. Preocupado com as famílias, também solicitei ao Prefeito, o pleno funcionamento da Lei de Benefícios Eventuais, para garantir que essas pessoas tenham comida na mesa. É hora de unirmos esforços e pensarmos no coletivo”, finalizou Davi Souza.

- Advertisment -

Mais lidas

pendik escort kartal escort çekmeköy escort mersin escort türkçe altyazılı porno lezbiyen porno sex hikaye mersin escort bodrum escort