Início Cabo Frio Delegacia da Mulher assume investigações de estupro sofrido por estudante de São...

Delegacia da Mulher assume investigações de estupro sofrido por estudante de São Pedro

Jovem contou nas redes sociais detalhes do abuso que sofreu

-

A Delegacia da Mulher (Deam) passou a investigar neste fim de semana a denúncia de estupro feita pela estudante Andreza Nascimento, de 21 anos, que relatou em suas redes sociais ter sido sequestrada na noite de quinta-feira (2), em frente à casa onde mora, no Vinhateiro, em São Pedro da Aldeia.

A ocorrência foi registrada na madrugada de sexta-feira (3) na 126 DP (Cabo Frio), por um amigo de Andreza, que também contou que foi levado pelos bandidos. A delegacia chegou a iniciar a investigação, realizando diligências, mas como se trata de um crime sexual, o caso foi passado para a Deam.

Em declaração ao site do jornal Folha dos Lagos, o delegado Sérgio Caldas, da 126 DP, informou que já há suspeitos para o crime, mas a titular da Deam, delegada Juliana Rattes, preferiu não se estender sobre a linha que vai tomar daqui para frente.

“Estamos assumindo as investigações e realizando as diligências necessárias para identificar o mais brevemente os autores do bárbaro crime. Contudo, não podemos divulgar maiores detalhes acerca da investigação para não prejudicar seu andamento”, disse Juliana para a reportagem do Fonte Certa.

Segundo o relato da universitária feito na rede social e em depoimento à polícia, foram quatro horas em que ela ficou em poder dos sequestradores. A violência sexual começou depois que o amigo dela foi colocado no porta-malas do carro em que estavam e os criminosos pararam o veículo em um terreno baldio.

Antess de abandonar o carro e fugir, os bandidos praticaram outros assaltos, inclusive em Cabo Frio, e roubaram os celulares e o dinheiro das vítimas, que conseguiram abrir o porta-malas e pedir ajuda para uma patrulha da PM.

Andreza foi levada para o Hospital do Jardim e transferida para o Hospital da Mulher, onde foi localizada pela Polícia Civil, com a ajuda de sua irmã, para prestar depoimento durante toda a tarde de sexta-feira (3). O exame de corpo de delito confirmou que a estudante foi violentada.

Ela afirmou ainda ter sido ameaçada com um revólver e que contou o caso para “alertar outras mulheres”.

- Advertisment -

Mais lidas

'Pedal Outubro Rosa' acontece nesta quinta em Cabo Frio

‘Pedal Outubro Rosa’ acontece nesta quinta em Cabo Frio

Evento tem objetivo de somar com a campanha contra o câncer e de conscientizar sobre a importância da bicicleta