Início Cabo Frio Educação de Cabo Frio decide manter greve após férias de janeiro

Educação de Cabo Frio decide manter greve após férias de janeiro

Categoria cobra o pagamento do 13º salário

-

Os profissionais da Educação de Cabo Frio decidiram manter a greve da categoria assim que terminar o recesso escolar de janeiro. A decisão foi tomada durante assembleia realizada na noite desta quarta (17), no Colégio Edilson Duarte, no Jardim Caiçara.

A categoria condiciona a volta ao trabalho após pagamento do 13º salário de 2017 para ativos e aposentados, além de duas parcelas do benefício de 2015 para os ativos; do salário de dezembro e do 13º de 2016 para os aposentados, além de outros direitos, como terço de férias, triênio e isonomia para os contratados, entre outros.

Entre as outras decisões estão a realização de outra assembleia, no mesmo local, no próximo dia 31 e um ato em frente à prefeitura, no dia seguinte. A decisão da categoria torna mais difícil a reposição das aulas em algumas unidades da rede, uma vez que o Sepe Lagos já disse que isso só será discutido com os salários em dia. Para essas escolas, o início do ano letivo de 2018, previsto para o começo de março, poderá ser adiado.

O Portal Fonte Certa entrou em contato com a Prefeitura e aguarda um posicionamento do órgão sobre o assunto.

- Advertisment -

Mais lidas

'Pedal Outubro Rosa' acontece nesta quinta em Cabo Frio

‘Pedal Outubro Rosa’ acontece nesta quinta em Cabo Frio

Evento tem objetivo de somar com a campanha contra o câncer e de conscientizar sobre a importância da bicicleta