Início Cabo Frio Ex-secretário denuncia desvio de R$ 40 milhões e prefeito de Cabo Frio...

Ex-secretário denuncia desvio de R$ 40 milhões e prefeito de Cabo Frio promete investigar

Cláudio Leitão disse que recursos exclusivos da Educação foram usados em outras áreas e apontou "fraude contábil" da Prefeitura

-

O prefeito de Cabo Frio, Adriano Moreno (Rede) prometeu nesta quarta-feira (15) que vai investigar as denúncias feitas no dia anterior pelo ex-secretário de Educação, Cláudio Leitão. Leitão disse que a Secretaria de Fazenda deixou de repassar R$ 40 milhões de recursos exclusivos da Educação e usou o dinheiro em outras áreas.

“De forma criminosa os repasses tem sido usados para pagar empreiteiro, na Comsercaf e para pagar despesas diversas, menos na Educação. Isso asfixiou a nossa gestão. A falta desses recursos, que hoje chegam próximos a R$ 40 milhões, estão comprovados em extratos contábeis e relatórios de contas. É impressionante como a Câmara de Vereadores sabendo disso tudo não solicitou a execução orçamentária da educação à Secretaria de Fazenda”, disse o ex-secretário.

O prefeito Adriano Moreno rebateu as acusações em um vídeo e disse que as informações fornecidas pelo ex-secretário são falsas.

“Afirmo que essas informações são falsas, mentirosas e levianas. Além disso, o senhor Claudio Leitão era o único detentor das senhas bancárias da Educação, só ele fazia toda e qualquer movimentação financeira da pasta. Fato comprovado na semana passada ao descumprir a minha orientação de efetuar o pagamento dos servidores da Educação”, alegou o prefeito.

Durante a entrevista coletiva, Cláudio Leitão disse que avisou ao prefeito e ao secretário de Fazenda sobre as irregularidades, e que saiu do governo quando deixou de ter esperança que de as irregularidades seriam resolvidas.

“Existe um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado durante o atual governo que se compromete em repassar os 25% do orçamento para a Educação, o que é obrigatório, previsto por lei, e não vinha sendo cumprido no município. A partir de outubro, esse TAC passou a ser descumprido, e emiti diversos oficios alertando sobre essa irregularidade. Conforme as verbas obrigatórias não iam entrando na conta da Secretaria de Educação e eu ia denunciando essa irregularidade, nossos projetos passaram a ser barrados quando solicitávamos uma licitação para manutenção, ônibus escolares do segundo distrito ou outras medidas necessárias que acabavam travadas em função da falta de verba.”, afirmou Leitão.

O prefeito Adriano Moreno disse que uma comissão interna da Prefeitura irá investigar as denúncias.

“A partir dessas denúncias, eu determinei nesta quarta-feira a criação de uma Comissão Extraordinária de Tomada de Contas, formada por técnicos concursados para apurar as acusações. Lamento muito essas atitudes raivosas que tanto mal têm trazido para a população cabo-friense”, disse.

- Advertisment -

Mais lidas

'Pedal Outubro Rosa' acontece nesta quinta em Cabo Frio

‘Pedal Outubro Rosa’ acontece nesta quinta em Cabo Frio

Evento tem objetivo de somar com a campanha contra o câncer e de conscientizar sobre a importância da bicicleta