Início Araruama FonteCerta Explica: veja os perfis dos candidatos ao Senado pelo RJ Cyro...

FonteCerta Explica: veja os perfis dos candidatos ao Senado pelo RJ Cyro Garcia, Chico Alencar e César Maia

Confira o histórico e as propostas dos candidatos

-

O “FonteCerta Explica” iniciou uma série de reportagens escritas pelos alunos do Curso de Jornalismo da Universidade Veiga de Almeida (Campus Cabo Frio) com os perfis de candidatos nas eleições 2018. Ao longo da semana serão apresentadas informações sobre os candidatos à presidência, além dos candidatos ao governo e senado do Estado do Rio. Confira os perfis dos candidatos ao Senado Cyro Garcia, Chico Alencar e César Maia. A ordem dos perfis foi decida em sorteio.

Cyro Garcia (PSTU)

Cyro Garcia
Cyro Garcia. Foto: Reprodução/ Internet

Advogado e doutor em história pela UFF, Cyro Garcia, de 63 anos, foi a escolha do Partido Socialista dos Trabalhadores Unificados (PSTU) para a disputa a uma vaga no Senado Federal.

Cyro Garcia foi um dos fundadores e dirigente do Partido dos Trabalhadores e da Central única dos Trabalhadores (CUT), na década de 1980. Presidiu o Sindicato dos Bancários do Rio e foi eleito suplente de deputado federal em 1992. Entre outubro de 92 e agosto de 93, chegou a assumir uma cadeira na Câmara Federal. Em 1994, participou da fundação do PSTU, do qual é filiado e atual presidente da sigla no Rio de Janeiro.

Militante socialista e político, em suas propostas disse que pretende colocar seu mandato à disposição da luta de todos os trabalhadores. “Vou apoiar todos os trabalhadores no sentido de fazerem uma rebelião no país”.

Nas eleições de 2006, para deputado federal pelo Rio de Janeiro, obteve 19.180 votos e não foi eleito. Tentou também ser governador do Estado em 2010, alcançando mais de 48.000 votos.

*Texto escrito pelos alunos André Dias e Carlos Pinho com supervisão da Profª Mônica Sousa*

Chico Alencar (Psol)

Chico Alencar
Chico Alencar. Foto: Reprodução/ Internet

Carioca, nascido no Rio de Janeiro em 19 de outubro de 1949, hoje com 68 anos, Francisco Rodrigues de Alencar Filho, mais conhecido como Chico Alencar, é um historiador e político brasileiro, filiado ao Partido Socialista e Liberdade (PSOL). Atualmente é deputado federal pelo PSOL do Rio de Janeiro exercendo seu quarto mandato consecutivo.

Chico Alencar iniciou sua carreira política no movimento estudantil secundarista e na Juventude Estudantil Católica (JEC) e, posteriormente, em associações de bairro do Rio de Janeiro. Foi vereador do Rio de Janeiro, filiado ao PT, por dois mandatos, em 1989-1992 e de 1993-1996.

Em 2003, assumiu o primeiro mandato como Deputado Federal ainda pelo PT, tendo sido o mais votado entre os candidatos do partido com 169.131 votos (2,9% do total de votos válidos). Chico destacou-se durante o governo Lula no enfrentamento à política econômica herdada de Fernando Henrique Cardoso. No ano de 2005, Chico Alencar optou por romper com o PT e filiar-se ao PSOL.

Candidato a senador, para 2018, Chico Alencar tem financiamento coletivo em sua campanha, pois tem pouco tempo de TV e rádio, apenas 7 Segundos. Em suas propostas de governo, fala sobre Segurança Pública e as propostas do PSOL, para combater a violência no país e, mais especificamente, no Rio de Janeiro. Também tem como objetivo combater a corrupção, investir mais na educação e fazer uma campanha e um governo transparente.

*Texto escrito pelas alunas Thaisa Azevedo e Yasmim Simões com supervisão da Profª Mônica Sousa*

César Maia (DEM)

César Maia
César Maia. Foto: Reprodução/ Internet

Candidato pelo Partido Democratas (DEM) ao Senado, César Maia é formado em economia e é político a mais de 30 anos. Iniciou a militância no Movimento Estudantil, foi preso durante o período de Ditadura e teve que se exilar no Chile. onde se formou pela Universidade do Chile. Ainda durante o exílio conheceu sua esposa, Mariangeles Ibarra, com quem teve um casal de gêmeos, Daniela e Rodrigo Maia, que seguiu a carreira política sendo eleito Deputado Federal e é o atual presidente da Câmara de Deputados.

Na volta do exílio, se filiou ao PDT, participou da campanha de Leonel Brizola para Governador do Estado do Rio e com a vitória de Brizola, César Maia virou Secretário de Fazenda do estado. Em 1986 foi eleito como Deputado Federal, consequentemente participou da elaboração da Constituição de 1988 – Lei Fundamental e Suprema do País, reeleito nas Eleições de 1990.

No ano seguinte se filiou no antigo PMDB e foi lançado como candidato à Prefeitura do Rio de Janeiro. Foi eleito no segundo turno em disputa com Benedita da Silva e assumiu o cargo em 1992. Em 1998, foi derrotado por Anthony Garotinho na disputa pelo Governo do Rio e, em 2000 ganhou disputa pela prefeitura da cidade, sendo reeleito em 2004 e assim ficando mais 8 anos à frente da Prefeitura.

*Texto escrito pelas alunas Bruna Bouckhorny e Carolina Franco com supervisão da Profª Mônica Sousa*

- Advertisment -

Mais lidas

'Pedal Outubro Rosa' acontece nesta quinta em Cabo Frio

‘Pedal Outubro Rosa’ acontece nesta quinta em Cabo Frio

Evento tem objetivo de somar com a campanha contra o câncer e de conscientizar sobre a importância da bicicleta