Início Armação dos Búzios Foragido da Justiça, vereador de Búzios entra no Portal dos Procurados pela...

Foragido da Justiça, vereador de Búzios entra no Portal dos Procurados pela polícia

Lorram Silveira é apontado pelo MP como líder de quadrilha que vendia e falsificava alvarás

-

O Portal dos Procurados divulgou nessa quinta-feira (29) um cartaz para ajudar o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro MPRJ, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado GAECO/MPRJ, e a Coordenadoria de Segurança e Inteligência CSI/MPRJ, com informações que possam levar à prisão de Lorram Gomes da Silveira, de 47 anos. Ele já é considerado foragido da Justiça.

De acordo com o MPRJ, Lorram era o alvo principal da operação Plastografos II, mas não foi localizado. Segundo as investigações, o vereador teria promovido, constituído, financiado e integrado uma organização criminosa dedicada à prática dos delitos de corrupção passiva, uso de documento falso e estelionato.

Lorram também foi vereador de Búzios entre 2009 e 2016. Exerceu ainda o cargo em comissão de chefe de gabinete entre novembro de 2018 e maio de 2019, período em que foram praticados os delitos. Lorram já foi preso, em outubro de 2019, na operação Plastografos I.

Segundo a investigação do MPRJ, já em contato com os despachantes, era cobrada dos empresários, em média, a quantia entre R$ 1 mil e R$ 5 mil, além das taxas. E uma parcela substancial dos valores era paga diretamente a Lorram, para que agilizasse a burocracia e emitisse os documentos de forma rápida e com inobservância da ordem cronológica de conclusão.

Contra o vereador Lorram foi expedido mandado de prisão, pelo Juízo da 1° Vara da Comarca de Armação dos Búzios, pelos crimes de Organização Criminosa (ORCRIM), Corrupção Passiva, Uso de Documento Falso e Estelionato.

O Disque Denúncia recebe informações sobre caso nos seguintes canais de atendimento:

Whatsapp do Portal dos Procurados: (21) 98849-6099
(21) 2253 1177 ou 0300-253-1177
APP “Disque Denúncia RJ”
Facebook/(inbox): https://www.facebook.com/procuradosrj/,
https://twitter.com/PProcurados (mensagens).

O Anonimato é Garantido

Todas as informações sigilosas sobre o caso serão encaminhadas para o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ).

- Advertisment -

Mais lidas

pendik escort kartal escort çekmeköy escort mersin escort türkçe altyazılı porno lezbiyen porno sex hikaye mersin escort bodrum escort