Início Cabo Frio Goytacaz sai na frente mas Cabofriense consegue empate em duelo pela segunda...

Goytacaz sai na frente mas Cabofriense consegue empate em duelo pela segunda rodada da seletiva para o Campeonato Carioca

Trovão Azul fica em situação complicada na disputa por uma vaga na fase de grupos; Abner se lesiona e deve desfalcar Cabofriense nos próximos jogos

-

A Cabofriense empatou com o Goytacaz, em partida realizada pela segunda rodada da Seletiva para a fase de grupos do Campeonato Carioca, nesta quinta (27), às 20h30, no Estádio Ary de Oliveira e Souza, o Aryzão. A partida foi disputada do início ao fim, e mesmo perdendo Abner por lesão, a equipe de Cabo Frio conseguiu um gol nos acréscimos do segundo tempo.

O jogo começou com a Cabofriense tentando apertar o time da casa. Aos três minutos de partida, o time do técnico Antônio Carlos Roy já tinha dois tiros de canto, envolvendo o time da casa com troca de passes em velocidade. Porém, com boa organização defensiva, a equipe campista conseguiu evitar que o Tricolor Praiano levasse grande perigo.

Goytacaz abre o placar logo no começo da disputa
O primeiro gol aconteceu logo aos quatro minutos, quando a Cabofriense ainda era melhor na partida. O Goytacaz  abriu o placar em um contra ataque, em jogada que começou com o goleiro Paulo Henrique fazendo ótima reposição para o atacante Rodriguinho, que recebeu a bola na ponta canhota, cortou o zagueiro e bateu para o fundo da rede.

Durante todo o primeiro tempo, o time da Cabofriense encarou o Goyta muito bem organizado. Levando perigo com contra-ataques velozes, gerando dificuldade para a defesa do Tricolor Praiano.

Aos 10 minutos da primeira etapa, após receber lançamento em profundidade, Rodriguinho entrou na área em velocidade e mesmo marcado por Leandro Euzébio, conseguiu tocar no canto esquerdo do goleiro George que espalmou a bola salvando a Cabofriense de levar o segundo gol.

A equipe campista ainda teve outras chances de ampliar o placar. Em sobra de falta cobrada para dentro da área do Goytacaz por Davi Ceará, camisa 10 da equipe de Cabo Frio, aos 32 minutos do primeiro tempo, a bola bateu na barreira e sobrou com o Tricolor Praiano no meio campo. Mas em erro da equipe de Cabo Frio,  O Trovão Azul levou grande perigo com um contra-ataque de Rodriguinho, que recebeu a bola na frente e finalizou mal, vencendo o goleiro George mas dando tempo para Airton salvar a Cabofriense em cima da linha.

Aos 36 minutos,  Abner faz boa jogada individual e passa a bola para João Carlos, que arriscou um lindo chute da entrada da área, a bola raspou no travessão e saiu. Ainda no primeiro tempo, aos 41 minutos, após falta que teve a bola levantada na área do Goytacaz, a bola sobra para Kaká Mendes que finaliza mal de longe, mas a bola sobra para o zagueiro Victor Silva que chuta fraco para a defesa tranquila de Paulo Henrique. Após o lance, Wellington Junior foi substituído por lesão na coxa.

Abner se lesiona, mas time consegue empatar nos acréscimos
O segundo tempo foi menos movimentado do que o primeiro. Com as duas equipes mais cansadas, devido o gramado um pouco mais pesado pela chuva que caiu na cidade um pouco antes da partida, o jogo foi mais cadenciado, com toques de bola por parte das duas equipes, porém sem perder a objetividade.

Aos 5 minutos da segunda etapa, a Cabofriense leva perigo ao gol do Goytacaz. Após cobrança de falta na área, o goleiro Paulo Henrique falha e solta a bola nos pés de Leandro Euzébio, que não conseguiu finalizar a bola para o gol. Mas o bandeirinha já havia sinalizado a posição irregular do ataque do Tricolor Praiano.

Aos 13 minutos do segundo tempo, Abner sofre lesão e é substituído por Anderson Manga. O jovem atacante do Tricolor Praiano saiu aos prantos. O atleta estava em ótima fase, fez um hat-trick na primeira partida do clube na seletiva e é preocupação para as próximas partidas. Segundo informações iniciais do departamento médico, o atacante sofreu um entorse no joelho esquerdo. Exames devem ser realizados ainda nesta semana para confirmar a gravidade da lesão.

Após a lesão do jogador, a equipe de Cabo Frio sofreu uma perda de velocidade na construção de seus ataques, mas continuou tentando pressionar o Goytacaz, cadenciando o jogo para tentar uma bola em profundidade pelas pontas para realizar cruzamentos na área, sem muito sucesso.

A equipe seguiu em busca do empate e conseguiu. Nos acréscimos da partida, aos 48 minutos, a defesa do Goytacaz afasta mal a bola, e Anderson manga, que substituiu Abner, de cabeça, abriu a jogada pela ponta direita para Carlos Alberto, que passa a bola para João Carlos. Livre de marcação, o atacante chutou no canto esquerdo e estufou as redes.

Com o empate, o Goytacaz se complica na busca por uma vaga na fase de grupos do Campeonato Carioca. A equipe, que não disputa a fase de grupos do Carioca há 25 anos, fica em penúltimo lugar na seletiva e vê o sonho de voltar a disputar a fase de grupos ficar mais distante. A Cabofriense fica em segundo lugar com esse empate fora de casa.

As equipes voltam a campo no dia 06, primeiro sábado do próximo mês, quando o Trovão Azul vai enfrentar o América, às 16h, no Estádio Elcyr Resende de Mendonça, o Elcyrzão, em Bacaxá. Já a Cabofriense encara o Macaé, em jogo que vale o primeiro lugar na seletiva, em casa, no Estádio Alair Corrêa, o Correão, também às 16h.

- Advertisment -

Mais lidas

'Pedal Outubro Rosa' acontece nesta quinta em Cabo Frio

‘Pedal Outubro Rosa’ acontece nesta quinta em Cabo Frio

Evento tem objetivo de somar com a campanha contra o câncer e de conscientizar sobre a importância da bicicleta