Horto recebe oficialmente nome do ambientalista Antonio Angelo durante evento

Edição de setembro da Feira "Artes e Sabores" aconteceu neste sábado (15).

Muito mais que uma feira.  Assim pode ser definida a edição de setembro da feira “Artes e Sabores”, realizada no Horto Municipal, e que ganhou um tom especial na tarde deste sábado, dia 15. Com a presença de familiares, amigos e de pessoas que aprenderam a gostar e a utilizar o local como um lugar alternativo de convivência social, o prefeito de Cabo Frio, Dr. Adriano Moreno, inaugurou a placa que oficializa o novo nome do local: “Horto Municipal Antonio Angelo Trindade Marques”. A troca é uma homenagem ao ambientalista e idealizador do novo projeto de utilização do Horto, Antonio Ângelo, que morreu no último dia 30 de junho.

A esposa do ambientalista, Elma Martins, que montou uma pequena exposição de fotos e exemplares do livro “Aves da Laguna de Araruama”, de autoria de Antonio Angelo e Eduardo Pimenta, disse estar emocionada e feliz com a iniciativa.

“É mais do que justo. O Antonio praticamente vivia no Horto e tinha esse pedacinho de chão dentro do seu coração, assim como tudo o que tem a ver com meio ambiente. Ele fez muito por merecer essa homenagem”, salientou.

Para os expositores e freqüentadores assíduos das feiras no Horto, a ausência de Antonio Angelo ainda é sentida, mas serve de incentivo para que o sonho do ambientalista continue vivo e pulsante no coração de Cabo Frio.

“Ele cuidava esse espaço como se fosse um filho. Ele está presente em cada alameda, em cada planta, em cada canteiro que idealizou, plantou ou limpou, incansavelmente”, declarou Jomar Jotha, um dos coordenadores do Horto.

O prefeito, Dr. Adriano Moreno, fez questão de participar do evento e lembrar que a homenagem a Antonio Angelo deveria ser prestada por toda população cabo-friense.

“O Antonio conseguiu transformar um local que estava abandonado em um ponto de encontro das famílias cabo-frienses.  Sozinho, com a ajuda de sua equipe, ele resgatou uma antiga tradição da nossa cidade e mostrou que aquela Cabo Frio de antigamente, feita de amizade, companheirismo e camaradagem ainda existe em nossos corações.  É uma pena que ele não possa estar aqui hoje, fisicamente, para receber o nosso abraço.  Mas tenho certeza de que ele está orgulhoso do que nos proporcionou”, disse emocionado.

O vereador Rafael Peçanha, autor da Lei que deu o nome de Antonio Angelo ao Horto Municipal, disse que só cumpriu com seu papel de legislador.

“Quando o Executivo municipal toma uma decisão como esta, de homenagear um cidadão cabo-friense que idealizou um oásis em meio à ‘selva de cimento’ que é o centro da nossa cidade, temos a obrigação de apoiar e aplaudir”, sentenciou.

Para o coordenador de Meio Ambiente da Secretaria de Desenvolvimento, Mário Flávio Moreira, o nome de Antonio Angelo na entrada do Horto serve como lembrete de que se pode fazer muito mais pelo meio ambiente de Cabo Frio.

“Ele era um idealista que se colocou a serviço do meio ambiente da nossa cidade.  Nosso dever, agora, é dar vazão ao seu legado, cuidando do que ele deixou e mostrando a importância da preservação e do engajamento à causa ambiental”, enfatizou.

O Horto Municipal Antonio Angelo Trindade Marques fica na Avenida Henrique Terra, sem número, no bairro Portinho.