Início Araruama Identidade Digital RJ atinge 100 mil downloads

Identidade Digital RJ atinge 100 mil downloads

Lançado em outubro, novo aplicativo é sucesso entre pessoas de todas as idades

-

Em apenas um mês, o aplicativo Identidade Digital RJ, lançado em outubro pelo Governo do Estado, por meio do Detran-RJ, chegou à marca de 100 mil downloads. O serviço permite baixar a versão digital do documento e ter a carteira de identidade disponível no telefone celular.

Dos 100.243 downloads do RG no celular, 65.143 foram feitos por homens (65%) e 35.100 por mulheres (35%). Quase metade das pessoas que baixaram o documento têm entre 31 e 50 anos. Foram registrados 25,2% de acessos de usuários entre 31 e 40 anos e 23,8% entre 41 e 50 anos.

A carteira digital também foi bem recebida pelos jovens: 9,5% do total de acessos foram de pessoas com 18 e 19 anos, e 19,6% foram de pessoas de 20 a 30 anos. Nas demais faixas etárias, 14,3% dos acessos foram de pessoas entre 51 e 60 anos; 6,5% entre 61 e 70 anos; 1,0% entre 71 e 80 anos e 0,1% acima de 80 anos.

A administradora de empresas Daniele Sousa Pereira, de 36 anos, fez o download do documento no dia do lançamento. Na semana seguinte, a moradora de Petrópolis foi salva por estar com a identidade digital no dia de tomar a vacina contra a Covid-19.

“Só quando cheguei ao posto, para tomar a segunda dose da vacina, percebi que tinha deixado a identidade em casa. Já estava decepcionada, pensando em desistir de me vacinar naquele dia, quando lembrei que tinha baixado o documento no celular. Foi o que me salvou! Mostrei a identidade digital e deu tudo certo” comemora Daniele.

A versão digital está disponível para ser baixada nas principais plataformas digitais – nas lojas Android e IOS. A Identidade Digital RJ tem o mesmo valor jurídico do documento impresso e validade em todo o território nacional.

A dona de casa Jussara Vieira, de 57 anos, só usa o documento digital. A carteira de papel está guardada em casa para não correr o risco de perdê-la. “Foi uma mão na roda. Uso a identidade digital, desde que lançaram, em todos os lugares, seja em médicos, para fazer exames etc. E sempre indico o aplicativo para os amigos também”, conta Jussara. 

Aplicativo seguro

Por enquanto, para atender ao disposto na Lei Geral de Proteção de Dados, o aplicativo está disponível apenas para maiores de 18 anos. Em futuro próximo, os pais poderão autorizar a emissão dos documentos digitais de seus filhos. O download não é obrigatório. Quem não quiser tirar a carteira digital poderá continuar a usar apenas o documento físico, em papel.

“O objetivo do Governo do Estado e do Detran-RJ é oferecer mais um benefício aos cidadãos em seu processo de digitalização de serviços. E a Identidade Digital RJ é um deles. O aplicativo traz praticidade e caiu no gosto da população fluminense”, afirma o presidente do Detran-RJ, Adolfo Konder. “O governador Cláudio Castro é um grande incentivador das transformações digitais, que só tendem a facilitar a vida da população em todos os órgãos, em especial no Detran’, completa Konder.

A identidade digital pode ser baixada, de início, por quem tem carteira impressa emitida a partir de 5 de abril de 2019. Depois desta data, todos os documentos de identidade passaram a ser entregues com um QR Code na parte interna. E é com este código que o usuário poderá baixar a versão digital. Os que tiverem a carteira sem QR Code poderão fazer a segunda via do documento e, depois, acessar o aplicativo.


Habilitação digital

A Carteira de Habilitação (CNH) do Detran-RJ também já é digital. Disponível desde 2019 no aplicativo Carteira Digital de Trânsito, do Governo Federal, já foi baixada por 1.540.434 cidadãos do Estado do Rio de Janeiro. O Rio é o quarto estado do país com mais usuários da CNH digital.


Saiba o passo a passo para obter a identidade digital:

1- Baixar o aplicativo “Identidade Digital RJ” disponível nas plataformas Android e IOS;


2- Conceder as permissões necessárias para funcionamento do aplicativo;


3- Escanear o QR Code disponível na parte de dentro da identidade física;


4- Disponibilizar reconhecimento facial via aplicativo;


5- Criar senha numérica para login do aplicativo;


6- Se todos os dados estiverem corretos, o documento estará disponível no formato digital.

Legenda: A administradora de empresas Daniele Sousa Pereira, de Petrópolis. Crédito: Divulgação

Rate this post
- Advertisment -

Mais lidas

Rate this post
%d blogueiros gostam disto: