Início Destaque Justiça condena homem acusado de matar ex-noiva a facadas em São Pedro

Justiça condena homem acusado de matar ex-noiva a facadas em São Pedro

Daiana Borges, que era técnica de enfermagem, foi morta em maio de 2016. Acusado não aceitava o fim do relacionamento com a vítima

-

O homem acusado de matar a ex-noiva a facadas em São Pedro da Aldeia foi condenado a 17 anos e oito meses de prisão em regime fechado. A técnica de enfermagem Daiana Borges, de 35 anos, foi encontrada morta entre os municípios de São Pedro da Aldeia e Iguaba Grande em maio de 2016. O crime gerou grande comoção na região na época.

A morte de Daiane foi o primeiro caso de feminicídio registrado na cidade. O réu, Rodrigo Alves Fernandes da Silva, terá que responder pelos crimes de homicídio duplamente qualificado, feminicídio por motivo fútil (não aceitar o fim do relacionamento) e fraude processual, porque tentou limpar os vestígios de sangue no carro.

Daiana era técnica de enfermagem e trabalhava no Hospital da Missão em São Pedro. De acordo com a delegada da 126ª DP, Juliana Montes, Daiana foi sequestrada pelo ex-noivo na saída do plantão do hospital, pela manhã.

O feminicídio foi definido legalmente no Brasil em 2015 e qualifica o assassinato da mulher quando envolve violência doméstica e familiar ou menosprezo e discriminação ao gênero.

- Advertisment -

Mais lidas

'Pedal Outubro Rosa' acontece nesta quinta em Cabo Frio

‘Pedal Outubro Rosa’ acontece nesta quinta em Cabo Frio

Evento tem objetivo de somar com a campanha contra o câncer e de conscientizar sobre a importância da bicicleta