windows 10 pro office 2019 pro office 365 pro windows 10 home windows 10 enterprise office 2019 home and business office 2016 pro windows 10 education visio 2019 microsoft project 2019 microsoft project 2016 visio professional 2016 windows server 2012 windows server 2016 windows server 2019 Betriebssysteme office software windows server https://softhier.com/ instagram takipçi instagram beğeni instagram görüntüleme instagram otomatik beğeni facebook beğeni facebook sayfa beğenisi facebook takipçi twitter takipçi twitter beğeni twitter retweet youtube izlenme youtube abone instagram

Início Cabo Frio Justiça obriga retratação e multa R$ 10 mil para blogueiro de Cabo...

Justiça obriga retratação e multa R$ 10 mil para blogueiro de Cabo Frio que publicou notícia falsa

Sentença determina que o conteúdo falso seja retirado no site e das redes sociais, além de retratação aos envolvidos

-

A Justiça condenou um blogueiro de Cabo Frio a pagar R$ 10 mil de indenização por divulgar uma notícia falsa. A sentença determina que o conteúdo seja retirado do site e redes sociais, além de uma retratação pública para as vítimas envolvidas. A retratação foi publicada no site do blogueiro nesta terça-feira (5), mas também possui erros de informação. O blogueiro em questão já é conhecido na cidade por publicar fake news.

A informação falsa que foi objeto da condenação foi publicada em 31 de janeiro deste ano, afirmando que o designer gráfico Nils Emílio Petersen, marido de Rodolpho Campbell, que é secretário adjunto de Esporte e Lazer da Prefeitura de Cabo Frio, teria furado fila na vacinação contra a covid-19. Na época, o site publicou a foto de uma pessoa, supostamente parecida com Nils Petersen, afirmando que ele estaria sendo vacinado em Cabo Frio antes do tempo correto. A fotografia, no entanto, não era de Nils, e sim de um profissional de saúde na cidade de Mococa, no interior de São Paulo.

“Por mais que a pessoa na foto fosse parecida, o divulgador de fake news nem se deu ao trabalho de me perguntar e confirmar se era eu na foto. Ficou notório que o motivo da publicação foi difamar a mim e ao Rodolpho. Eu tomei a primeira dose da vacina no dia 5 de agosto, mais de seis meses depois da fake news”, explica Nils.

O processo foi julgado pelo Juizado Especial Cível de Cabo Frio, e não cabe recurso.

Rate this post
- Advertisment -

Mais lidas

Rate this post
%d blogueiros gostam disto: