windows 10 pro office 2019 pro office 365 pro windows 10 home windows 10 enterprise office 2019 home and business office 2016 pro windows 10 education visio 2019 microsoft project 2019 microsoft project 2016 visio professional 2016 windows server 2012 windows server 2016 windows server 2019 Betriebssysteme office software windows server https://softhier.com/ instagram takipçi instagram beğeni instagram görüntüleme instagram otomatik beğeni facebook beğeni facebook sayfa beğenisi facebook takipçi twitter takipçi twitter beğeni twitter retweet youtube izlenme youtube abone instagram

Início Araruama Lagoa de Araruama atrai aves migratórias

Lagoa de Araruama atrai aves migratórias

Rica biodiversidade e vegetação privilegiada servem de alimento para os pássaros

-

A Lagoa de Araruama, maior laguna hipersalina em estado permanente do mundo, é rica em biodiversidade. A vegetação privilegiada, sobretudo os manguezais, formam berçários naturais para diversas espécies. Além da fartura de peixes e crustáceos, o local atrai anualmente visitantes ilustres: diversos tipos de pássaros.

Muitas espécies migram de regiões dos Hemisférios Norte e Sul, como Alasca e Patagônia, em busca de alimento, fazendo um “pitstop”. Porém, algumas formam ninhos permanentes, ficando o ano inteiro.

“A vegetação de mangue aliada às salinas, onde são encontrados crustáceos, moluscos e peixes, proporcionam vários tipos de alimento aos pássaros, que ficam aqui entre os meses de novembro e abril, para só após esse período fazerem o retorno para sua área de origem” – explica o biólogo Geraldo Lima.

Passando por seis municípios da Região dos Lagos, Saquarema, Araruama, Iguaba Grande, São Pedro da Aldeia, Cabo Frio e Arraial do Cabo, a Lagoa de Araruama possui 220 km² e cerca de 630 milhões de m³ de água. Toda essa imensidão lagunar proporciona fartura também para a pesca local, com espécies como o camarão, a tainha, a carapeba, a saúba, o carapicu e a perumbeba.

Apesar da abundância de recursos naturais encontrada atualmente, a laguna nem sempre foi assim. Devido aos impactos ambientais provocados pela ausência de coleta e tratamento de esgoto, a lagoa entrou em colapso no final da década de 1990 e início dos anos 2000, perdendo a qualidade ambiental. Este cenário passou a mudar com a chegada da Prolagos, uma empresa da Aegea Saneamento. Ao longo de 23 anos, a concessionária já investiu mais de R$1,4 bilhão em saneamento, passando o tratamento de esgoto de 0% para 80% nas cidades da área de concessão.

“Seguimos o propósito de buscar a universalização do saneamento e a melhoria efetiva da qualidade de vida dos moradores e a preservação do meio ambiente. Para isso, além dos investimentos, sempre contribuímos com dados técnicos e científicos para auxiliar o poder público na tomada de decisões” – fala Sérgio Braga, presidente da Prolagos.

- Advertisment -

Mais lidas

%d blogueiros gostam disto: