Início Cabo Frio Lei que beneficiaria servidores da Educação deixa de ser votada por falta...

Lei que beneficiaria servidores da Educação deixa de ser votada por falta de quórum na Câmara de Cabo Frio

Projeto não pôde ser colocado em pauta na última sessão antes do recesso legislativo por falta de vereadores

-

Na noite dessa quinta-feira (11), na última sessão antes do recesso da Câmara Municipal de Cabo Frio, deixou de ser colocado em pauta o projeto de lei que trata da isonomia salarial dos auxiliares de classe e inspetores de alunos. A lei não pôde ser votada por falta da quantidade mínima de vereadores.

Os servidores da Educação aguardavam a votação do projeto de lei, enviado pelo prefeito Adriano Moreno (Rede) ao legislativo. O encaminhamento do projeto foi acertado em reunião na última terça-feira (09) entre o Sindicato dos Profissionais da Educação (Sepe) e integrantes do governo, na prefeitura.

Para abrir a sessão legislativa eram necessários, ao menos, nove dos dezessete vereadores presentes. No entanto, apenas oito compareceram. Faltaram à sessão os vereadores: Blau Blau, Letícia Jotha, Adeir Novaes, Vinicius Corrêa, Rodolfo de Rui, Vanderlei Bento, Ricardo Martins, Aquiles Barreto e Alexandra Codeço.

Os servidores da Educação, que estão em greve, decidiram fazer uma manifestação na manhã desta sexta-feira (12) na Praça Porto Rocha, seguido de assembleia.

- Advertisment -

Mais lidas