windows 10 pro office 2019 pro office 365 pro windows 10 home windows 10 enterprise office 2019 home and business office 2016 pro windows 10 education visio 2019 microsoft project 2019 microsoft project 2016 visio professional 2016 windows server 2012 windows server 2016 windows server 2019 Betriebssysteme office software windows server https://softhier.com/ instagram takipçi instagram beğeni instagram görüntüleme instagram otomatik beğeni facebook beğeni facebook sayfa beğenisi facebook takipçi twitter takipçi twitter beğeni twitter retweet youtube izlenme youtube abone instagram

Início Destaque Ministério Público vai investigar falta de alimentação escolar em São Pedro da...

Ministério Público vai investigar falta de alimentação escolar em São Pedro da Aldeia

Procurador de Justiça marcou reunião sobre o assunto e solicitou a presença do prefeito Fábio do Pastel

-

O Ministério Público Federal (MPF) vai investigar denúncias de falta de alimentação escolar para alunos da rede municipal de ensino de São Pedro da Aldeia. O procurador da República Leandro Mitidieri marcou uma reunião para o próximo dia 13, por videoconferência, para tratar do assunto. O prefeito Fábio do Pastel (PL) foi chamado para a reunião, que também deverá contar com representantes da Secretaria Municipal de Educação e do Conselho Municipal de Alimentação Escolar.

A reunião foi convocada após a polêmica ocorrida no mês passado, quando pais e responsáveis de alunos matriculados em unidades de ensino do município reclamaram da alimentação distribuída para os estudantes. De acordo com as denúncias, alimentos impróprios para consumo teriam sido distribuídos.

Na ocasião, o prefeito Fábio do Pastel fez uma live rebatendo as acusações. Ele se irritou e chegou a sugerir que os alimentos fossem jogados fora.

“A mãe que não achar que aquilo é um alimento, já até falou de jogar fora, que ela pegue e faça”, disse o prefeito.

Após a repercussão negativa da fala, o prefeito fez uma outra transmissão ao vivo pedindo desculpas “a quem se sentiu ofendido”.

O fontecerta.com entrou em contato com a Prefeitura de São Pedro, que informou ainda não ter sido notificada. A prefeitura esclarece que instalou um processo de sindicância para apurar os fatos ocorridos.

Rate this post
- Advertisment -

Mais lidas

Rate this post
%d blogueiros gostam disto: