Situada às margens do Canal do Itajuru, a Casa Museu Carlos Scliar foi palco do lançamento da quinta edição do Prêmio Prolagos de Jornalismo Ambiental, na noite desta terça-feira (04). O espaço que carrega a história desse artista multifacetário recebeu profissionais de toda a região. Para celebrar a Semana do Jornalista, marcada pelo dia 07 de abril, durante o evento, os convidados tiveram a oportunidade de assistir a uma palestra sobre saneamento.

O bate-papo foi conduzido pelo diretor-presidente da Prolagos, Pedro Freitas, e por Édison Carlos, presidente do Instituto Aegea, referência em saneamento e meio ambiente. Durante o encontro foi falado sobre o atual cenário do setor no Brasil e os avanços propostos pelo Novo Marco do Saneamento.

“A imprensa tem um papel decisivo para que a gente possa mostrar para as pessoas a situação que o Brasil vive com a falta de saneamento. Nós estamos em uma região bem atendida em água e esgotamento sanitário, mas infelizmente esta não é a realidade de muitas cidades brasileiras. Quem leva essas informações, os avanços e os desafios, são os jornalistas, que fazem essa ponte para que o cidadão reflita se ele tem os serviços e se não tem, que ele possa cobrar para que haja esse investimento, pois o saneamento provoca uma enorme transformação positiva nos lugares aonde chega”, pontua Édison, que por 11 anos esteve à frente do Instituto Trata Brasil.

A premiação faz parte do calendário de comemorações pelos 25 anos da Prolagos. Para marcar a data, o tema do concurso deste ano é “O Legado do Saneamento na Região dos Lagos”.

“Neste período, o acesso à água tratada saltou de 30% para 98% e a coleta e tratamento de esgoto passaram de 0 para 80% nas cidades da nossa área de concessão. Mas não nos contentamos em investir somente em obras, realizamos diversos projetos socioambientais para movimentarmos a vidas das pessoas, ajudando a impulsionar o desenvolvimento das cidades, gerar emprego, renda, recuperar o meio ambiente e a fomentar a pesca e o turismo”, ressalta o diretor-presidente da concessionária, Pedro Freitas.

Outra novidade da quinta edição é a criação de uma nova categoria: Mídias Alternativas. Agora, profissionais que trabalham com divulgação de notícias no YouTube ou redes sociais também poderão concorrer. Assim como nas edições anteriores, o concurso vai premiar ainda as duas melhores reportagens nas categorias: jornalismo impresso, radiojornalismo, webjornalismo, telejornalismo e fotojornalismo. Além das categorias profissionais, o prêmio é estendido também para os universitários do curso de Jornalismo.

“A matéria prima do jornalismo é a vida humana, suas histórias, anseios, conquistas. E assim como a vida, o jornalismo está em constante transformação e nós da Prolagos também precisamos seguir esse fluxo de mudanças e acompanhar as tendências do mercado de trabalho”, relata Roberta Moraes, gerente de Comunicação da concessionária.

O prêmio tem o propósito de estimular a produção de reportagens sobre saneamento e sua relação direta com a preservação da natureza, saúde pública e desenvolvimento urbano, além de valorizar a imprensa local, reconhecer o trabalho de profissionais que levam a conscientização ambiental por meio de suas atividades e estimular os futuros jornalistas que vão exercer um papel fundamental para a construção de uma sociedade responsável.

“O prêmio é uma oportunidade para os jornalistas confraternizarem, mas acima de tudo é uma forma de nos incentivar a ter um olhar mais direcionado para essas pautas que talvez não teríamos se não tivéssemos esse estímulo, por causa do grande número de demandas. Com isso, nos engajamos a pesquisar e aprender mais, e fundamentalmente nos tornamos mais engajados na questão ambiental que passa necessariamente pelo saneamento”, pontua a jornalista e CEO do RC24h, Renata Cristiane.

Além de troféus, serão distribuídos R$43 mil em prêmios. Entre as categorias profissionais, a premiação em dinheiro será de R$ 4.500,00 e R$ 2.500,00, respectivamente primeiros e segundos lugares. A categoria jornalismo universitário receberá quantia em espécie no valor de R$ 1.000,00.

Poderão ser inscritas reportagens publicadas entre 1º de janeiro e 13 de outubro de 2023, prazo final para as inscrições. O regulamento está disponível no site.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *