fbpx
HomeArmação dos BúziosBúzios registra abertura de 58 empresas em 2024

Búzios registra abertura de 58 empresas em 2024

Dados da Junta comercial apontam que destas, oito são restaurantes e similares

-

A cidade de Búzios começou 2024 com um número considerável de abertura de empresas. De acordo com dados da Junta Comercial do Estado (Jucerja) consultados nesta terça-feira (27), foram 58 constituições empresariais neste ano. Dessas, oito empresas são restaurantes/similares. Enquanto isso, sete se enquadram como comércio varejista de artigos de vestuário e acessórios e outras quatro são hotéis.

Conforme o presidente do Sindicato de Hospedagem e Alimentação da cidade (Sindsol), Thomas Weber, o período de alta temporada é o que tem mais investimentos. “Búzios é procurada o ano inteiro por empresários e vem retomando sua economia pós-pandemia a cada ano. A alta temporada é um período sempre interessante para abertura de novos negócios”, destacou Thomas.

Empresários destacam oportunidades e escolhas de negócios em Búzios

O empresário Leonardo Coelho Dias possui, há 10 anos, duas lojas no Porto da Barra. Em dezembro, ele optou por abrir mais dois estabelecimentos: uma cafeteria na Rua das Pedras e, na Baía Formosa, uma mistura de mercado, padaria e adega.

“Decidimos continuar a investir em Búzios porque amamos a cidade. Entendemos o crescimento existente no bairro da Marina e identificamos um novo momento da Rua das Pedras, cartão portal de Búzios”, afirmou Leonardo.

Enquanto isso, Fábio Alex, sócio de um espaço que vende peixes e frutos do mar congelados a vácuo, resolveu abrir este tipo de negócio por ver a demanda. “O município tem as tradicionais peixarias de peixe fresco, mas não tinha um produto fresco, embalado a vácuo e congelado que contribui para manter os nutrientes do alimento”, enfatizou ele.

Além disso, Fábio explica que essa é uma loja modelo e que oferece parceria com os estabelecimentos comerciais. Sendo assim, eles armazenam o produto nas câmaras frias e entregam conforme a demanda diária do cliente. “Optamos por oferecer esse diferencial. Muitos locais não possuem espaço grande para armazenamento e, assim, o estabelecimento pode oferecer um produto de qualidade todos os dias”, disse. O espaço trabalha com venda a varejo e atacado.

O setor hoteleiro também vem crescendo. Nesse sentido, no ano passado os empresário da área entraram em euforia com uma série de feriados que superaram a expectativa na taxa de ocupação. “Estamos bastante contentes com este novo momento econômico e vamos torcer para o lado político não atrapalhar esse crescimento”, ressaltou Thomas Weber.

Entre no canal do Fonte certa no Telegram e fique por dentro de tudo que acontece na Região dos Lagos! Basta acessar o canal: https://t.me/noticiasregiaodoslagos
- Advertisment -

Colunas

Mais lidas

Prefeitura de Cabo Frio nega contratação de irmão de Janja para...

0
Após visita dos deputados Lindberg Farias e Benedita da Silva, informações eram passadas que Luiz Cláudio da Silva assumiria a Secretaria de Assistência Social