fbpx
HomeArmação dos BúziosRoda de conversa debate o papel da mulher na sociedade

Roda de conversa debate o papel da mulher na sociedade

Evento encerra o Mês da Mulher, reunindo representantes de comunidades tradicionais e lideranças comunitárias

-

As mulheres estão presentes em todos os setores da sociedade. Sejam elas mães, filhas, profissionais, chefes de família, ou líderes em sua comunidade, cada uma possui uma trajetória de luta e dedicação para conquistar o seu espaço. Com o objetivo de debater esses diversos papéis femininos na sociedade, a Prolagos realizou nesta sexta-feira (31), na Casa Museu Carlos Scliar, em Cabo Frio, uma roda de conversa reunindo as lideranças comunitárias das cidades da Região dos Lagos; mulheres dos quilombos de Maria Joaquina, em Cabo Frio, Rasa, e Baía Formosa, em Búzios; pescadoras de Figueira, em Arraial do Cabo, e moradoras da Praia do Siqueira, em Cabo Frio. A ação encerra o Mês da Mulher, instituído no dia 8 de março, data que marca a luta e a busca por direitos igualitários para as mulheres ao redor do mundo.

O bate-papo foi conduzido pela equipe de Responsabilidade Social da concessionária, mediado pela arquiteta e coordenadora da Casa Scliar, Cristina Ventura, e contou com a participação da jornalista Renata Cristiane.

“Nós mulheres temos um desafio grande de conquistar o nosso espaço, que só vai aumentando de acordo com a mudança de realidade, se você for mulher preta, de periferia, de cidade de interior, isso só vai se agravando e ampliando as camadas de dificuldade. Foi muito bom conversar sobre esse assunto e poder aprender com elas também porque cada uma tem a sua experiência”, relata Renata, que também é ativista pelo direito das mulheres e pela igualdade racial.

Durante o encontro as mulheres discutiram sobre o universo feminino, seus direitos, conquistas e compartilharam suas vivências como representantes da comunidade onde vivem ao longo das suas trajetórias. “Sempre tem alguma coisa nova para a gente aprender e ensinar e esses debates são sempre muito importantes. Além disso, a gente distrai, conhece pessoas novas e compartilha as nossas experiências”, ressalta a quilombola de Maria Joaquina, Márcia Cardoso.

Todas as participantes do evento são atendidas pelos projetos socioambientais da Prolagos, como: “Somos Divas na Luz do Candeeiro”, que por meio de aulas de cerâmica fomenta a representatividade e a independência de mulheres quilombolas, estimulando o potencial criativo e a complementação da renda familiar; “Afluentes”, canal de comunicação e aproximação entre a empresa e lideranças comunitárias; “Impulso”, que tem por objetivo auxiliar na estruturação da pesca, levando informações e recomendações que possam ajudar no fortalecimento da atividade; e “Respeito Dá o Tom”, que combate a desigualdade racial e promove equidade racial nas relações de acesso e crescimento na empresa.

“Ao longo dos 25 anos de atuação a Prolagos trabalha para deixar um legado nas cidades onde atua, indo além do básico e promovendo ações que possam impulsionar o desenvolvimento das cidades e dos moradores. O evento de hoje é uma forma de valorizarmos ainda mais a força feminina, nos unindo para debatermos o papel de cada uma na construção de uma sociedade mais igualitária e respeitosa com as mulheres”, pontua Simony Dias, coordenadora de Responsabilidade Social da concessionária.

Entre no canal do Fonte certa no Telegram e fique por dentro de tudo que acontece na Região dos Lagos! Basta acessar o canal: https://t.me/noticiasregiaodoslagos
- Advertisment -

Colunas

Mais lidas

Abastecimento de água das cidades da Região dos Lagos é interrompido...

0
Segundo Prolagos, Estação da Lagoa de Juturnaíba está operando com capacidade reduzida, por meio de geradores