Na manhã desta terça-feira (25), a Polícia Federal esteve em Cabo Frio para deflagrar a operação “Última Chamada”, contra um esquema de fraude na restituição do Imposto de Renda. De acordo com as investigações da polícia, que estavam em andamento desde 2023, dois operadores de telemarketing, um homem e uma mulher, são alvos da operação.

As investigações chegaram ao casal após uma vítima do esquema tomar ciência sobre o recebimento indevido da restituição por um terceiro. Através da conta da plataforma de autenticação do Governo Federal (Gov.br), a vítima constatou que seus dados estavam errados, dando lugar ao nome, contato e dados bancários de um desconhecido. O denunciante alega que nunca abriu conta na plataforma e não possuía qualquer Pix registrado.

De acordo com a polícia, os acusados conseguiram acesso aos dados da vítima por meio de conta fraudulenta criada em um aplicativo de programa de fidelidade de uma empresa brasileira de postos de gasolina, por onde conseguiram o pagamento da restituição do Imposto de Renda da vítima, efetuando um cadastro Pix no CPF.

Além do acesso a falsa conta, a profissão dos acusados pode ter favorecido o crime, pois, como operadores de telemarketing, teriam acesso facilitado a bancos de dados de operadoras e instituições em geral. A investigação aponta, ainda, que esta, provavelmente, não foi a única vítima do casal, visto que existem indícios da prática de outras fraudes por parte dos investigados.

A Polícia Federal dará prosseguimento à investigação para analisar e identificar o envolvimento de outras pessoas, bem como de outras fraudes possivelmente praticadas pelos acusados. O casal responderá pelo crime de furto mediante fraude, além de outros delitos que possam surgir no decorrer das apurações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *