Na alta temporada, com o aumento da população, cresce também a quantidade de resíduos produzidos em Cabo Frio. Mas além das praias e ruas, o reflexo da expansão populacional também pode ser observado nos hospitais. No mês de janeiro, a Comsercaf passou a retirar aproximadamente mil e duzentas toneladas de lixo hospitalar por dia, 20% a mais do que na baixa temporada.

São mais de 100 unidades médicas cadastradas na autarquia. Nas principais clínicas e hospitais do município, a coleta é feita diariamente. Já nos pequenos ambulatórios, o recolhimento é programado de acordo com a necessidade de cada um.

“Temos uma equipe voltada somente para a coleta do lixo hospitalar, que utiliza uniformes e EPIs diferenciados, com luvas mais resistentes, máscaras e botas. Até mesmo o veículo utilizado para o transporte do resíduo hospitalar é diferente. Neste caso, operamos com um furgão”, contou Dario Guagliardi, presidente da Comsercaf.

Diferente do lixo comum, o hospitalar não é colocado na rua. Cada unidade possui um depósito, onde os coletores da companhia efetuam a retirada. Após o recolhimento, o lixo é encaminhado ao aterro sanitário para que seja incinerado.

             Furgão utilizado para o transporte do resíduo hospitalar. Foto: Divulgação/ PMCF

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *