fbpx
HomeAraruamaMinistério Público reforça pedido de cassação de Cláudio Castro e por abuso...

Ministério Público reforça pedido de cassação de Cláudio Castro e por abuso de poder político e econômico

Ação com base no caso do Ceperj é contra a chapa que elegeu o governador contemplando também o vice, Thiago Pampolha

-

A batalha judicial que se arrasta desde as eleições de 2022 contra a chapa do governador Cláudio Castro (PL) ganhou novo capítulo nesta terça-feira (2). O Ministério Público Eleitoral (MPE) rejeitou argumentos de Castro e fortaleceu o pedido de cassação da chapa na Justiça. Quem protocolou a ação foi o então candidato ao governo Marcelo Freixo (PT). A alegação foi de abuso de poder político e econômico durante o pleito eleitoral com base no caso do Centro Estadual de Estatísticas, Pesquisas e Formação de Servidores Públicos do Rio de Janeiro (Ceperj).

De acordo com a denúncia, Cláudio Castro modificou os objetivos do Ceperj por meio de decreto. Tal alteração teria impulsionado as receitas e despesas da instituição. Dessa forma, o propósito seria executar programas sociais visando à distribuição de bens e serviços em ano eleitoral. O objetivo seria o de promoção pessoal dos candidatos e consequente busca pela reeleição de Castro na chapa com o vice, Thiago Pampolha (MDB).

Além disso, a acusação aponta que o Ceperj contratou milhares de pessoas sem a realização de processo seletivo. O órgão ainda efetuava pagamentos diretamente em espécie, na boca do caixa. Conforme os autos, os beneficiários seriam cabos eleitorais e aliados políticos de Cláudio Castro.

O que diz a defesa de Cláudio Castro

Diante das alegações apresentadas pelo MPE, a defesa de Cláudio Castro reiterou sua confiança na Justiça Eleitoral. Além disso, destacou que a vontade dos eleitores deve ser respeitada. Os advogados também lamentaram a persistência de Marcelo Freixo em contestar o resultado das urnas.

“Confiamos na Justiça Eleitoral e acreditamos que será respeitada a vontade de quase 5 milhões de eleitores que deram ao governador a vitória nas urnas em primeiro turno. É lamentável que o então adversário Marcelo Freixo não aceite, passado um ano e meio do processo eleitoral, a decisão soberana da população fluminense”, pontuam os advogados.

Entre no canal do Fonte certa no Telegram e fique por dentro de tudo que acontece na Região dos Lagos! Basta acessar o canal: https://t.me/noticiasregiaodoslagos
- Advertisment -

Colunas

Mais lidas

Atraso de repasses da prefeitura gera instabilidade no pagamento de funcionários...

0
Além do desafio de atender à enorme quantidade de pessoas que buscam atendimento no Pronto Socorro Municipal Dr. José Seve Neto, o Instituto de...