fbpx
HomeCabo FrioOperação Prometheus: Polícia Civil do Rio de Janeiro suspeita que grupo cabo-friense...

Operação Prometheus: Polícia Civil do Rio de Janeiro suspeita que grupo cabo-friense forneça peças usadas, vendidas como novas, para a Petrobras

Investigação coloca sob suspeita 3 mil contratos entre o grupo e a Petrobras, realizados entre 2019 e 2022. Prejuízo pode alcançar R$1,2 milhão

-

Agentes da Delegacia de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (DCOC-LD) cumprem 10 mandados de busca e apreensão, contra suspeita de fraude em contratos com a Petrobras, em Cabo Frio. A ação, que teve início na manhã desta terça feira (7), faz parte da Operação Prometheus, que investiga um grupo de empresários cabo-frienses suspeitos de fornecer à estatal pelo menos 50 peças usadas, vendidas como se fossem novas, colocando em risco a segurança dos funcionários da empresa.

Segundo as investigações, os cinco empresários que compõem o grupo fazem parte do mesmo ciclo familiar e teriam aberto as empresas exclusivamente para fraudar processos de compras de bens desde 2019. Os contratos, que totalizam R$26 milhões pagos, foram firmados por meio de aquisição direta, com dispensa de licitação, por se tratarem de pequenas compras.

A fraude caracterizou-se em adulterações realizadas nas etiquetas e plaquetas das peças, que tentavam “maquiar” as marcas de uso. No entanto, a atividade não conseguia esconder as marcas de desgaste e oxidação, provando o uso prévio das peças. Entre as acusações, estão os crimes de estelionato, falsidade ideológica, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

A Polícia Civil segue com a operação na intenção de identificar e responsabilizar os acusados, além de recuperar o dinheiro desviado da Petrobras.

Entre no canal do Fonte certa no Telegram e fique por dentro de tudo que acontece na Região dos Lagos! Basta acessar o canal: https://t.me/noticiasregiaodoslagos
- Advertisment -

Colunas

Mais lidas

Prefeitura de Cabo Frio nega contratação de irmão de Janja para...

0
Após visita dos deputados Lindberg Farias e Benedita da Silva, informações eram passadas que Luiz Cláudio da Silva assumiria a Secretaria de Assistência Social