fbpx
HomeDestaqueSão Pedro da Aldeia é considerado um dos municípios com menor cobertura...

São Pedro da Aldeia é considerado um dos municípios com menor cobertura vacinal no estado do Rio, diz o MPRJ

Dados do Ministério da Saúde ressaltam a necessidade de uma atuação integrada entre órgãos e instituições, para acompanhar o cumprimento das metas do Programa Nacional de Imunizações

-

A cidade de São Pedro da Aldeia foi considerada um dos municípios com a menor cobertura vacinal do estado do Rio de Janeiro, de acordo com informações do Ministério da Saúde. Outras cidades como Japeri, Nova Iguaçu e São João de Meriti, também foram considerados, atualmente, como os municípios de menor cobertura vacinal do estado.

Por conta dessa diminuição da cobertura vacinal, que está ocorrendo em todo o estado, o Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa da Saúde (CAO Saúde/MPRJ), encaminhou, nesta quinta-feira (05), orientação estratégica para todos os promotores que atuam na área da saúde coletiva. Objetivando fomentar políticas públicas para o enfrentamento da baixa cobertura vacinal, com resolutividade para cumprimento das metas do Programa Nacional de Imunizações (PIN), do Ministério da Saúde.

No documento, o CAO Saúde/MPRJ ressalta a necessidade de uma atuação integrada entre órgãos e instituições, para acompanhar o cumprimento das metas do PNI no estado do Rio de Janeiro. Uma das metas é a retomada de índices seguros de cobertura vacinal em todo o território nacional, o que reduz a transmissão de doenças imunopreveníveis e a ocorrência de casos graves e mortes. Estimulando, dessa forma, a busca ativa e promovendo campanhas publicitárias de esclarecimento, visando a diminuição dessa ausência vacinal.

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, o acompanhamento das ações voltadas à conscientização da população sobre a importância e eficácia das vacinas para proteger a população e reduzir a transmissão de doenças preveníveis decorre do Pacto Nacional pela Consciência Vacinal, firmado entre o MPRJ e o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), em setembro.

No Município do Rio, a 5ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva da Saúde da Capital instaurou, na quarta-feira (04), um procedimento administrativo para acompanhar o fomento das políticas públicas voltadas ao enfrentamento da baixa cobertura vacinal. Na portaria de instauração do procedimento, a Promotoria de Justiça destaca a preocupante diminuição da cobertura vacinal no Brasil desde 2013 e a queda progressiva de adesão da população às campanhas de vacinação. Além disso, o documento destaca a necessidade de promover a conscientização da sociedade sobre a importância sanitária da cobertura vacinal completa e homogênea, da segurança e eficácia das vacinas, e a necessidade de garantir a elevação desses.

Entre no canal do Fonte certa no Telegram e fique por dentro de tudo que acontece na Região dos Lagos! Basta acessar o canal: https://t.me/noticiasregiaodoslagos
- Advertisment -

Colunas

Mais lidas

Prefeitura de Cabo Frio nega contratação de irmão de Janja para...

0
Após visita dos deputados Lindberg Farias e Benedita da Silva, informações eram passadas que Luiz Cláudio da Silva assumiria a Secretaria de Assistência Social