Início Armação dos Búzios Petrobras assume responsabilidade por vazamento de óleo no mar da região

Petrobras assume responsabilidade por vazamento de óleo no mar da região

Companhia diz que equipes foram mobilizadas "desde o primeiro momento" e que apura as causas do vazamento

-

A Petrobras informou que resíduos de óleo provenientes de suas atividades atingiram, desde o início da semana, algumas praias em Arraial do Cabo, Cabo Frio e Búzios, na Região dos Lagos. Em nota, a companhia, disse que, desde o primeiro momento, equipes foram mobilizadas e estão fazendo o monitoramento e a limpeza da área. As causas estão sendo apuradas. Os órgãos reguladores foram informados e estão acompanhando os trabalhos.

A prefeitura de Arraial do Cabo, que teve o maior número de praias atingidas pela mancha de óleo, informou que continua a limpeza na areia da Prainha e no Pontal do Atalaia, com a participação de mais de 40 voluntários e equipes da Petrobras, com o apoio de equipamentos e técnicos, e que grande parte do óleo que chegou à areia já foi recolhida.

O secretário do Ambiente de Arraial do Cabo, Arildo Mendes, disse que duas operações, com o auxílio de drones, foram feitas no mar e na areia, em pontos específicos das praias. Segundo Mendes, o cerco na Prainha e no Pontal do Atalaia foi apenas para evitar o trânsito de banhistas na areia, “com a finalidade de facilitar o trabalho operacional de limpeza, e reforça a posição do Inea [Instituto Estadual do Ambiente], que afirma não ter problema de balneabilidade da água”.

Arildo Mendes ressaltou que não existe problema de balneabilidade e que a água do mar está própria para o banho e para a pesca. “O óleo não se mistura com a estrutura da água. Existem alguns pontos específicos reservados e que já foram isolados. As praias não estão poluídas. Boa parte do material já foi recolhida. A quantidade ainda presente é muito pequena”, afirmou.

Em nota, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) disse que a mancha de óleo atingiu também a Praia das Conchas, em Cabo Frio. “O Ibama solicitou apoio à Petrobras para limpeza das praias atingidas, recolhimento de óleo no mar, sobrevoo, monitoramento e resgate de fauna.

Búzios

A Secretaria de Meio Ambiente e Pesca de Búzios informou que está em contato permanente com o Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello, da Petrobras, com técnicos da Bacia de Campos e empresas que assessoram a Petrobras em ocorrências de vazamento de óleo no mar.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Hamber Carvalho, não há motivo para alarde. A quantidade de óleo encontrado no litoral de Búzios é pequena e seu deslocamento está sendo monitorado. “No momento, entendemos que os esforços maiores dos técnicos na questão da limpeza e do recolhimento do óleo devem se concentrar no município de Arraial do Cabo, que está recebendo grande quantidade desse material.

Em Búzios, o problema começou na última terça-feira (2), quando banhistas denunciaram que havia óleo na praia Brava. Ao longo da semana, o óleo foi aparecendo em outras praias como Manguinhos, Marina, Canto e Tucuns. Guardas Marítimos Ambientais de Búzios recolheram amostras do material para análise.

- Advertisment -

Mais lidas

'Pedal Outubro Rosa' acontece nesta quinta em Cabo Frio

‘Pedal Outubro Rosa’ acontece nesta quinta em Cabo Frio

Evento tem objetivo de somar com a campanha contra o câncer e de conscientizar sobre a importância da bicicleta