Início Araruama PF faz buscas em endereços ligados a Witzel durante operação contra fraudes...

PF faz buscas em endereços ligados a Witzel durante operação contra fraudes dos hospitais de campanha

Governador do Rio alegou em nota que não tem envolvimento nas denúncias apresentadas pelo Ministério Público Federal

-

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira (26), a Operação Placebo para apuração dos indícios de desvios de recursos públicos destinados ao atendimento do estado de emergência de saúde pública decorrente do coronavírus, no Estado do Rio.

Elementos de prova, obtidos durante investigações iniciadas no Rio pela Polícia Civil, pelo Ministério Público Estadual e pelo Ministério Público Federal foram compartilhados com a Procuradoria Geral da República no bojo de investigação em curso no Superior Tribunal de Justiça e apontam para a existência de um esquema de corrupção envolvendo uma organização contratada para a instalação de hospitais de campanha e servidores da cúpula da gestão do sistema de saúde do estado.

O governardor do Rio, Wilson Witzel, se pronunciou através de uma nota divulgada em redes sociais alegando que não há participação de sua autoria nas denúncias apresentadas pelo Ministério Público Federal.

“Estranha-me e indigna-me sobremaneira o fato absolutamente claro de que deputados bolsonaristas tenham anunciado em redes sociais nos últimos dias uma operação da Polícia Federal direcionada a mim, o que demonstra limpidamente que houve vazamento, com a construção de uma narrativa que jamais se confirmará. A interferência anunciada pelo presidente da república está devidamente oficializada. Estou à disposição da Justiça, meus sigilos abertos e estou tranquilo sobre o desdobramento dos fatos. Sigo em alinhamento com a Justiça para que se apure rapidamente os fatos. Não abandonarei meus princípios e muito menos o Estado do Rio de Janeiro,” disse.

Estão sendo cumpridos 12 Mandados de Busca e Apreensão nos estados de São Paulo/SP e Rio de Janeiro/RJ. Os mandados foram expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça – STJ.

Confira a nota na íntegra

“Não há absolutamente nenhuma participação ou autoria minha em nenhum tipo de irregularidade nas questões que envolvem as denúncias apresentadas pelo Ministério Público Federal. Estranha-me e indigna-me sobremaneira o fato absolutamente claro de que deputados bolsonaristas tenham anunciado em redes sociais nos últimos dias uma operação da Polícia Federal direcionada a mim, o que demonstra limpidamente que houve vazamento, com a construção de uma narrativa que jamais se confirmará. A interferência anunciada pelo presidente da república está devidamente oficializada. Estou à disposição da Justiça, meus sigilos abertos e estou tranquilo sobre o desdobramento dos fatos. Sigo em alinhamento com a Justiça para que se apure rapidamente os fatos. Não abandonarei meus princípios e muito menos o Estado do Rio de Janeiro”.

- Advertisment -

Mais lidas

pendik escort kartal escort çekmeköy escort mersin escort türkçe altyazılı porno lezbiyen porno sex hikaye mersin escort bodrum escort