PF reprime fraude em registro de armas e comércio ilegal de armamento

Operação Ópla ocorre na Região dos Lagos, Rio de Janeiro

0
208
Operação Ópla ocorre na Região dos Lagos, Rio de Janeiro. Foto: Divulgação/ Polícia Federal

Na manhã desta quarta-feira (20), a Polícia Federal deflagrou a Operação Ópla – arma em grego – com o objetivo de apurar a prática de crimes de fraude na aquisição e registro de armas, além de comércio ilegal de armas de fogo.

Cerca de 60 policiais federais cumprem 12 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 5ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, nas cidades de Cabo Frio, Arraial do Cabo e Rio das Ostras.

As investigações tiveram início em 2020, após a identificação de inconsistências em requerimentos de aquisição e registro de armas de fogo no âmbito da Delegacia de Polícia Federal em Macaé/RJ.

Após a realização de amplo trabalho investigativo, constatou-se que um despachante teria arregimentado laranjas para aquisição fraudulenta de armas de fogo, efetuando o pagamento de R$1 mil para cada pessoa que cedeu os dados.

Posteriormente, com o registro da arma de fogo, o despachante suprimia a numeração e desviava o armamento para o crime organizado da Região dos Lagos.

A Polícia Federal continuará a investigação a fim de apurar e identificar a amplitude da organização criminosa, bem como o envolvimento de outras pessoas na prática dos crimes de falsidade ideológica e comércio ilegal de armas de fogo.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here