Placas do modelo Mercosul já são vistas em carros na Região dos Lagos

Implantação iniciou no Estado neste mês. Segundo o Detran, novo modelo tem maior sistema de segurança

Implantação iniciou no Estado neste mês. Segundo o Detran, novo modelo tem maior sistema de segurança. Foto: Reprodução/Internet
Implantação iniciou no Estado neste mês. Segundo o Detran, novo modelo tem maior sistema de segurança. Foto: Reprodução/Internet

Carros com placas com detalhe em azul e designer diferenciado já podem ser observados circulando nas ruas da Região dos Lagos. O novo modelo do Mercosul começou a ser implantado pelo Detran neste mês de setembro. A troca não é obrigatória. O procedimento acontece em casos de emplacamento de carros zero quilômetro, transferências de propriedade, de jurisdição e de município, além de alteração de categoria e troca de placas danificadas.

Segundo o Detran, novo modelo traz maior segurança aos proprietários de veículos, pois tem dados da confecção da placa, desde a identificação do fornecedor até o número; data e ano e modelo de fabricação do carro, além de permitir a rastreabilidade. Por conter esse tipo de informação, a nova placa irá evitar a possibilidade de clonagem, já que a polícia irá identificar instantaneamente onde a placa foi confeccionada e a qual veículo pertence.

A placa ainda vai permitir a identificação da categoria dos veículos através da indicação pela cor da combinação alfanumérica: carro particular (preta), comercial/aprendizagem (vermelha), oficial (azul), especial (verde), diplomático (amarela) e colecionador (prateada).

De acordo com Detran, o valor de fabricação da placa é o mesmo do modelo antigo (R$ 219,35). O novo modelo é estabelecido de acordo com as resoluções 729 e 733 do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

O Brasil é o terceiro país do Mercosul a adotar a placa. Segundo Denatran, todos os estados devem implantar o novo modelo até o dia 1º de dezembro deste ano.