windows 10 pro office 2019 pro office 365 pro windows 10 home windows 10 enterprise office 2019 home and business office 2016 pro windows 10 education visio 2019 microsoft project 2019 microsoft project 2016 visio professional 2016 windows server 2012 windows server 2016 windows server 2019 Betriebssysteme office software windows server https://softhier.com/ instagram takipçi instagram beğeni instagram görüntüleme instagram otomatik beğeni facebook beğeni facebook sayfa beğenisi facebook takipçi twitter takipçi twitter beğeni twitter retweet youtube izlenme youtube abone instagram

Início Destaque Prefeitura de São Pedro compra nova briga com os servidores para beneficiar...

Prefeitura de São Pedro compra nova briga com os servidores para beneficiar a Salineira

Com a medida, funcionários ficam proibidos de abrir processo administrativo para reivindicar o depósito do vale-transporte em dinheiro

-

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia decidiu comprar uma nova briga com os servidores para beneficiar a Auto Viação Salineira. Um memorando assinado nesta quinta-feira (12) pelo secretário de Administração, Marcelo Ribeiro de Souza, proíbe a abertura de processos administrativos, por parte dos funcionários municipais, solicitando que o valor referente ao vale-transporte continue sendo depositado em dinheiro, junto com o salário, diretamente nas contas bancárias. A medida foi tomada após o anúncio do prefeito Fábio do Pastel, de que o vale-transporte dos funcionários passará a ser depositado diretamente no cartão da empresa de transporte.

O documento assinado pelo secretário de Administração afirma que “fica provisoriamente vedada a abertura de processos administrativos que versem sobre pedido de recebimento do mencionado benefício em dinheiro”. Completa ainda que “até ordem superior contrária os servidores perceberão o vale transporte através da modalidade cartão eletrônico”.

A determinação ocorre no momento em que funcionários da Prefeitura buscam reverter a decisão do prefeito. Após o anúncio da mudança, diversos servidores foram até o Protocolo Geral com o objetivo de abrir processo administrativo solicitando o depósito do vale-transporte em conta bancária.

Na terça-feira (10), servidores da Educação fizeram uma manifestação contra a medida. O protesto começou na porta da Prefeitura e seguiu até a Câmara Municipal. Por meio de nota, a Câmara afirmou estar de “mãos atadas” em relação ao acordo feito entre a Prefeitura e a Auto Viação Salineira, e que não há nada a ser feito para reverter a situação.

No mês passado, a Salineira anunciou que seu braço no município, a Viação São Pedro, estaria abandonando o contrato de transporte público em São Pedro da Aldeia. O motivo alegado pela empresa foi um suposto desequilíbrio econômico causado por “concorrência desleal”. A Viação São Pedro é a única empresa detentora de direitos sobre as linhas municipais em São Pedro.

Para evitar a saída da empresa, o prefeito Fábio do Pastel decidiu depositar o valor do vale-transporte, que atualmente é acrescido aos salários dos funcionários, para o cartão da empresa. Por meio de nota, a Prefeitura de São Pedro afirma estar priorizando o bem-estar dos moradores que necessitam do serviço de transporte.

A Prefeitura de São Pedro foi procurada pelo Fonte Certa para falar sobre a proibição da abertura de processo administrativo por parte dos servidores, reivindicando o depósito do vale-transporte em conta bancária e respondeu através de nota que “a decisão foi tomada devido à judicialização do acordo que vai beneficiar toda a população com a permanência do serviço de transporte público na cidade.”

Lea a nota na integra:

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Administração,  informa que a decisão de não abrir processo administrativo para a requisição de vale-transporte em pecúnio foi tomada devido à judicialização do acordo que vai beneficiar toda a população com a permanência do serviço de transporte público na cidade. “Como a decisão de utilizar a bilhetagem eletrônica para o funcionalismo público municipal foi tomada em consonância com a Justiça, entendemos que não há necessidade de abertura de processo administrativo, já que a decisão está baseada em parâmetros judiciais”, disse Marcelo Ribeiro Souza, secretário de Administração. Ele destaca, ainda, que o acúmulo de processos dessa natureza vai diminuir a eficácia da secretaria, que já recebe um grande volume de documentos de outras naturezas.

- Advertisment -

Mais lidas

%d blogueiros gostam disto: