Início Destaque Prefeitura de São Pedro da Aldeia apaga publicação sobre combate à homofobia

Prefeitura de São Pedro da Aldeia apaga publicação sobre combate à homofobia

Postagem que dizia "amor é amor" foi apagada minutos após a publicação

-

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia apagou uma publicação em homenagem à comunidade LGBTI+, feita nesta segunda-feira (17) pelas redes sociais, em lembrança ao Dia Internacional Combate à Homofobia.

A postagem era composta pela arte da palma de uma mão nas cores do arco-íris, e um texto que dizia “amor é amor”. A arte estava acompanhada da seguinte legenda: “A luta pelos direitos das pessoas LGBTI+ é uma luta de todos”.

A publicação foi excluída minutos depois de entrar nas redes sociais oficiais do governo municipal aldeense.

A reportagem do Fonte Certa entrou em contato com a Prefeitura de São Pedro da Aldeia, pedindo uma explicação sobre a exclusão do conteúdo em alusão à comunidade LGBTI+ (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e intersexuais).

Em resposta, a Prefeitura confirmou a exclusão da postagem, e alegou que a retirada do conteúdo ocorreu por “questões técnicas”, sem dar detalhes.

“Nesta segunda-feira (17), uma publicação alusiva ao Dia Internacional e Municipal do Combate à LGBTIfobia foi divulgada nas redes sociais da prefeitura e, por uma questão técnica, acabou por sair do ar. No entanto, o município reafirma seu compromisso com a luta contra qualquer tipo de discriminação e pelo direitos de todos os cidadãos, ciente dos desafios da comunidade LGBTI+”, diz a nota emitida pelo governo municipal aldeense.

“A Prefeitura Municipal de São Pedro da Aldeia reafirma o comprometimento com os direitos de cada cidadão, bem como com a conscientização contra todos os tipos de violência, segregação ou discriminação. A Coordenadoria Municipal de Direitos Humanos está empenhada em diversas ações de qualificação e conscientização contra a LGBTIfobia, promovendo, entre outras ações, treinamentos que são amplamente divulgados nos veículos de comunicação da prefeitura. A próxima ação do setor está prevista para o mês de junho”, segue ainda o posicionamento da Prefeitura de São Pedro.

O Dia Internacional de Combate à Homofobia foi lembrado por diversas instituições em todo o Brasil. O país é um dos mais violentos do mundo para a comunidade LGBT

Em 2020, 237 pessoas com orientação LGBTI+ morreram de forma violenta no Brasil, vítimas da homotransfobia: foram 224 homicídios (94,5%) e 13 suicídios (5,5%), segundo dados do Observatório de Mortes Violentas de LGBTI+ no Brasil.

- Advertisment -

Mais lidas

pendik escort kartal escort çekmeköy escort mersin escort türkçe altyazılı porno lezbiyen porno sex hikaye mersin escort bodrum escort