HomeAraruamaProjeto Imersão usa sonda avaliada em mais de R$ 15 mil para...

Projeto Imersão usa sonda avaliada em mais de R$ 15 mil para verificar a qualidade da água da Lagoa de Araruama e da Lagoa de Juturnaíba

O equipamento mede parâmetros fundamentais que indicam a saúde das lagoas para os animais e seres humanos

-

A Sonda Multiparâmetros HI – 9828, avaliada em mais de R$ 15 mil, da fabricante de instrumentos eletro-analíticos, HANNA, é uma ferramenta fundamental para o exame de possíveis indicadores de poluição da Lagoa de Araruama, principal fonte de peixes comercializados na região, e da Lagoa de Juturnaíba, importante fonte de abastecimento de água da Região dos Lagos.

O Projeto Imersão, criado pela parceria entre a Prolagos e a Universidade Veiga de Almeida (UVA), usa o equipamento importado pela universidade para conferir uma série de parâmetros físicos e químicos que permitem encontrar respostas sobre a saúde dos corpos hídricos.

Uma vantagem na utilização da sonda é a observação dos dados em tempo real. “Geralmente, o que a gente vinha fazendo era a medição em laboratório, agora temos a oportunidade de fazer a medição da qualidade da água in loco, sendo um avanço significativo na produção de dados mais qualitativos”, explica Eduardo Pimenta, coordenador do Projeto Imersão.

A verificação do Oxigênio Dissolvido (OD) é uma característica importante na pesquisa sobre a qualidade da água. O elemento precisa ser medido no local em que ocorre a coleta, pois pode dar alteração no resultado se armazenado para posterior estudo.

Além do oxigênio dissolvido, a sonda mostra índices como pH da água, saturação, temperatura, condutividade, sólidos dissolvidos totais, salinidade, resistividade e potencial de oxirredução. Informações indispensáveis para o monitoramento da qualidade da água da Lagoa de Araruama e da Lagoa de Juturnaíba.

Para conferir os resultados, o operador da sonda e pesquisador no Projeto Imersão, Yan Chan, explica que a parte metálica que protege os eletrodos fica diretamente em contato com a água para captar as substâncias presentes no local. Depois que estabiliza as amostras de temperatura e pH, pode-se anotar os demais indicadores.

Após a análise, a sonda precisa de alguns cuidados. “Quando chegamos no laboratório, lavamos a sonda para não ficar nenhum resíduo que possa danificar ou descalibrar o equipamento”, conta o operador.

Com a sonda, será possível trazer resultados mais fiéis sobre a saúde das lagoas e apontar soluções para a evitar a poluição. O Projeto Imersão verifica sete pontos da Lagoa de Araruama, sendo eles: Praia do Siqueira, Praia de São Bento, Condomínio Diuana Zacarias (São Pedro da Aldeia), Sal Cisne, Praia das Palmeiras e Ilha do Anjo Caído.

Já a Lagoa de Juturnaíba tem cinco pontos diferentes de coleta: Flutuante, Pilha de Alumínio, Rio São João, Rio Capivari e Rio Bacaxá.

- Advertisment -

Colunas

Mais lidas

Percurso passa pelo Vale das Pitangueiras, Mirante das Conchas e Morro do Vigia. Foto: Reprodução/ Internet

‘Dia Mundial de Mares Limpos’ acontece neste sábado na Praia do...

0
Neste sábado (30), será realizado o “Dia Mundial de Mares Limpos” na Praia do Peró, em Cabo Frio. A ação vai unir trilheiros, mergulhadores,...
%d blogueiros gostam disto: