HomeDestaqueSão Pedro da Aldeia celebra Dia Nacional da Visibilidade Trans

São Pedro da Aldeia celebra Dia Nacional da Visibilidade Trans

Roda de conversa mostra importância de falar de políticas públicas para esse público

-

Um evento para celebrar o Dia Nacional da Visibilidade Trans reuniu representantes do poder público e da comunidade LGBTQIA+ aldeense no Cine Estação, nesta terça-feira (1º). Para a coordenadora do Departamento de Direitos Humanos, Luciana de Oliveira, tratar políticas públicas para todos, sem exclusão é fundamental. “Sentimos cada vez mais a responsabilidade de lutar para dar total visibilidade às pessoas trans e a todas as políticas públicas que estão disponíveis nos nossos equipamentos. Temos a certeza que vamos colher os frutos desse encontro no futuro”.

A conversa foi comandada pela psicóloga Andrea Almeida, especialista no assunto. “Falar de transfobia é falar de um comportamento social. Esclarecendo seus direitos, sobre o tempo de cada um, sendo um comportamento social, é importante falar de responsabilidade. Com isso, tentar transformar a palavra diversidade em tranquilidade”, ressaltou a palestrante.

Para a coordenadora de Políticas Públicas LGBTQIA+, Paula Azevedo, encontros como esse trazem à tona um assunto que muitas vezes é colocado debaixo do tapete. “Eu sou negra, sou gorda, sou mulher e sou lésbica. A pessoa trans mata 5 leões por dia para sobreviver. Só vamos viver numa sociedade igualitária, se essa temática LGBTQIA+, for tratada como política pública, na educação. Os pais, na maioria das vezes, quando percebem uma criança transgênera, não sabem como lidar com a situação”.

Paula lembrou ainda da morte trágica de um travesti no último fim de semana na Região dos Lagos. “Isso é inaceitável. O Brasil é o país que mais mata transexuais e travestis no mundo e a média de idade dessas pessoas é de 35 anos no máximo. Com educação e empregabilidade podemos mudar essa situação.”

A secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Diana Alves, também esteve presente no evento, que contou ainda com a participação de representantes do Centro de Cidadania da Baixada Litorânea I e II Cláudio Lemos, como Théo Silveira, Diogo Marialva e Rute Fiuza, além do secretário municipal de Cultura, Thiago Marques e servidores da SASDH.

- Advertisment -

Colunas

Mais lidas

Percurso passa pelo Vale das Pitangueiras, Mirante das Conchas e Morro do Vigia. Foto: Reprodução/ Internet

‘Dia Mundial de Mares Limpos’ acontece neste sábado na Praia do...

0
Neste sábado (30), será realizado o “Dia Mundial de Mares Limpos” na Praia do Peró, em Cabo Frio. A ação vai unir trilheiros, mergulhadores,...
%d blogueiros gostam disto: