HomeCabo FrioSecretaria de Educação de Cabo Frio recebe exemplares de livro sobre o...

Secretaria de Educação de Cabo Frio recebe exemplares de livro sobre o primeiro indígena universitário do Brasil

Publicações serão entregues para as unidades escolares do primeiro distrito e de Tamoios

-

A Secretaria de Educação de Cabo Frio recebeu na última quinta-feira (23), a doação de 20 exemplares do livro “O primeiro indígena universitário do Brasil – Dr. José Peixoto Ypiranga dos Guaranys (1824-1873)”. Os livros foram recebidos pela secretária de Educação, Elicéa da Silveira, e pela coordenadora da Formação Continuada, Débora Ribeiro. A doação foi feita pelo coordenador editorial da Sophia Editora, Rodrigo Cabral, pela diretora financeira da editora, Marcelle Ponté, e por um dos autores da obra, Luiz Guilherme Scaldaferri Moreira.

As publicações serão entregues às salas de leitura das unidades escolares do segundo segmento (6º ao 9º ano) e do ensino médio da Rede Municipal de Ensino, no primeiro distrito e em Tamoios. Uma das cópias fará parte do acervo literário da sede da Secretaria de Educação.

“É de grande importância termos a Sophia Editora novamente contribuindo com a Rede Municipal de Ensino, e sendo parceira da Secretaria de Educação. Tenho certeza que os estudantes irão colher muitos frutos e se aprofundar cada vez mais na história de nossa cidade, através dos diversos livros lançados pela editora que vem se destacando na região”, afirmou a secretária de Educação, Elicéa de Silveira.

A obra conta a trajetória de José Peixoto Ypiranga dos Guaranys, primeiro indígena universitário do Brasil, que nasceu no aldeamento de São Pedro do Cabo Frio em 1824, dois anos após a Independência do Brasil (1822). Ele se tornou bacharel em Direito pela Universidade de São Paulo (USP), onde estudou com o escritor José de Alencar.

“Conhecer a história do primeiro indígena universitário do Brasil, certamente, despertará a curiosidade dos professores e poderá estimular ainda mais a abordagem do tema com os alunos e enriquecendo a discussão sobre aspectos importantes das raízes indígenas da nossa região”, disse a coordenadora da Formação Continuada, Débora Ribeiro.

QUEM FOI YPIRANGA DOS GUARANYS

Durante seus 49 anos de vida, José Peixoto Ypiranga dos Guaranys foi proprietário de terras e de escravos, comerciante, advogado, promotor público, vereador e inspetor escolar em diversas cidades.

Desde sua infância, visitava a corte e acompanhava o pai, Joaquim Rodrigues Peixoto, com transporte marítimo de mercadorias na Baía de Guanabara. Inclusive, foi Joaquim Rodrigues o primeiro a pedir ao estado financiamento para que indígenas pudessem cursar a faculdade.

A turma de Ypiranga dos Guaranys na universidade era heterogênea, com alunos de sete províncias diferentes. Entre os colegas, havia futuros juízes, ministros, escritores, parlamentares, nobres do Império. Já o escritor José de Alencar se tornaria, inclusive, padrinho de uma das filhas de Ypiranga dos Guaranys.

No primeiro ano do curso, os alunos fundaram o Instituto Literário Acadêmico, responsável por publicar a revista Ensaios Literários, onde assinavam os textos por meio de pseudônimos. Foi ali que o Romantismo brasileiro dava seus primeiros passos.

Entre no canal do Fonte certa no Telegram e fique por dentro de tudo que acontece na Região dos Lagos! Basta acessar o canal: https://t.me/noticiasregiaodoslagos
- Advertisment -

Colunas

Mais lidas

UERJ abre inscrições em disciplinas isoladas para o primeiro período de...

0
Interessados devem dirigir-se às secretarias das Unidades Acadêmicas de seu interesse, até o dia 31 de março
%d blogueiros gostam disto: