Início Destaque Secretaria de Meio Ambiente acompanha situação da fauna costeira durante ressaca em...

Secretaria de Meio Ambiente acompanha situação da fauna costeira durante ressaca em Cabo Frio

Até o momento, não foram registrados incidentes

-

Biólogos da Secretaria de Meio Ambiente vêm acompanhando, nesta terça-feira (23), a situação da fauna costeira do município desde o início da ressaca que atinge nosso litoral. A preocupação vai desde as praias do primeiro e segundo distritos até a Boca da Barra, entrada de mar natural que alimenta o Canal do Itajuru, onde as ondulações também aumentaram.

A maior preocupação é com os ninhos de corujas-buraqueiras nas Praias das Dunas, do Forte e de Tamoios, mas os biólogos detectaram que, até o momento, não houve nenhum incidente. As aves agiram de forma natural, sem intervenção humana, deixando os ninhos assim que sentiram a aproximação da água.

“Assim que a ressaca terminar, vamos providenciar um levantamento da situação dos ninhos. Sabemos que as corujas têm capacidade de reagir às ameaças, naturais ou não, de uma forma bem imediata, por isso, acreditamos que não haja problemas. Mas, após a ressaca vamos avaliar a situação das proteções dos ninhos identificados e reparar os danos nessas estruturas”, afirmou o secretário de Meio Ambiente, Mario Flavio.

A ressaca que atinge a costa de Cabo Frio é causada por uma frente fria que vem atingindo o litoral brasileiro desde a semana passada. O aviso da Marinha do Brasil indica que os ventos fortes devem cessar nesta terça-feira (23), mas o mar pode permanecer agitado, com gradual diminuição das ondas até o fim da semana.

- Advertisment -

Mais lidas

'Pedal Outubro Rosa' acontece nesta quinta em Cabo Frio

‘Pedal Outubro Rosa’ acontece nesta quinta em Cabo Frio

Evento tem objetivo de somar com a campanha contra o câncer e de conscientizar sobre a importância da bicicleta