windows 10 pro office 2019 pro office 365 pro windows 10 home windows 10 enterprise office 2019 home and business office 2016 pro windows 10 education visio 2019 microsoft project 2019 microsoft project 2016 visio professional 2016 windows server 2012 windows server 2016 windows server 2019 Betriebssysteme office software windows server https://softhier.com/ instagram takipçi instagram beğeni instagram görüntüleme instagram otomatik beğeni facebook beğeni facebook sayfa beğenisi facebook takipçi twitter takipçi twitter beğeni twitter retweet youtube izlenme youtube abone instagram

Início Araruama Alerj vota homenagem a Paulo Gustavo com criação do "Dia Estadual do...

Alerj vota homenagem a Paulo Gustavo com criação do “Dia Estadual do Humor”

Homenagem foi proposta pelo presidente André Ceciliano e será votado pela Alerj nessa quarta-feira

-

“Está banido o mau humor”, é o que propõe o deputado André Ceciliano (PT) com a criação do Dia Estadual do Humor, que será celebrado no dia 30 de outubro – data de aniversário do ator Paulo Gustavo.

A homenagem foi proposta no projeto de lei 4.693/21, que será votado pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj) nesta quarta-feira (13), em discussão única. A Alerj também irá promover uma sessão solene em homenagem ao comediante e a todos os artistas que têm como missão nos fazer gargalhar.

“Nosso objetivo é eternizá-lo no calendário oficial do Estado do Rio de Janeiro e promover uma celebração ao ato de fazer rir, reconhecendo a importância que a comédia tem na vida dos cidadãos fluminenses e a sua potência para transformar o mundo e as pessoas para melhor”, declarou Ceciliano.

“A empatia e o carinho que conquistou do público também promoveram o combate à discriminação, já que Paulo conseguia por meio de humor e do riso levar uma mensagem de tolerância e respeito”, continuou. No projeto, Ceciliano lembra que Paulo Gustavo dizia que “rir é um ato de resistência”.

O ator morreu de Covid-19 aos 42 anos e, ao longo de sua carreira, colecionou personagens que fizeram história na TV, no teatro e nos cinemas, deixando um legado incontestável para o humor nacional. “Minha Mãe é uma Peça”, obra que nasceu nos palcos e ganhou as telas de todo o Brasil, é uma história sobre as famílias, mas também uma homenagem a Niterói, cidade onde o humorista nasceu e foi criado.

Recentemente, uma das ruas mais famosas de Icaraí, bairro onde morou, foi renomeada em sua homenagem.

“Paulo tinha uma profunda conexão afetiva especialmente com Niterói e com o Rio, onde vivia. Essas cidades, com as peculiaridades de seus bairros e seus moradores, não eram apenas ‘cenários’ das suas obras, mas praticamente uma extensão de seus personagens, que incorporavam o jeito de viver, a graça e os dramas cotidianos desses lugares”, comentou André.

Rate this post
- Advertisment -

Mais lidas

Rate this post
%d blogueiros gostam disto: