fbpx
HomeCabo FrioVítimas de explosão de gás hélio durante Parada LGBTI+ de Cabo Frio...

Vítimas de explosão de gás hélio durante Parada LGBTI+ de Cabo Frio são transferidas para hospital em Nilópolis

Rodolpho Cambpell teve 45% do corpo afetado com queimaduras de segundo grau e Marlon Wagner Guimarães teve 55% do corpo queimado

-

Rodolpho Campbell, de 34 anos, e Marlon Wagner Guimarães, de 20 anos, duas das três vítimas de uma explosão durante o manuseio de gás hélio na montagem da 17ª Parada do Orgulho LGBTI+ de Cabo Frio, realizada neste domingo (06), na Praia do Forte, foram transferidos para o Hospital Estadual Vereador Melquiades Calazans em Nilópolis, na Baixada Fluminense, especializado em queimaduras.

Segundo nota do Grupo Iguais, Cambpell teve 45% do corpo afetado com queimaduras de segundo grau e Marlon teve 55% do corpo queimado. Ainda de acordo com o boletim médico, a estimativa é de que os pacientes fiquem em tratamento hospitalar por cerca de 20 a 30 dias para acompanhamento e curativo.

Já a Prefeitura de Cabo Frio informou que John Lennon de Souza, de 30 anos, foi transferido na tarde desta segunda-feira (7), também, para o Hospital Estadual Vereador Melquiades Calazans. John Lennon é uma das três vítimas do acidente envolvendo gás hélio, ocorrido no domingo (6). Nenhum dos três corre risco de morte.

Entre no canal do Fonte certa no Telegram e fique por dentro de tudo que acontece na Região dos Lagos! Basta acessar o canal: https://t.me/noticiasregiaodoslagos
- Advertisment -

Colunas

Mais lidas

Mulher é encontrada morta na trilha de José Gonçalves, em Búzios

0
O corpo de uma mulher foi encontrado na manhã desta quarta-feira (6), na trilha que dá acesso à praia de José Gonçalves, em Búzios....
%d