windows 10 pro office 2019 pro office 365 pro windows 10 home windows 10 enterprise office 2019 home and business office 2016 pro windows 10 education visio 2019 microsoft project 2019 microsoft project 2016 visio professional 2016 windows server 2012 windows server 2016 windows server 2019 Betriebssysteme office software windows server https://softhier.com/ instagram takipçi instagram beğeni instagram görüntüleme instagram otomatik beğeni facebook beğeni facebook sayfa beğenisi facebook takipçi twitter takipçi twitter beğeni twitter retweet youtube izlenme youtube abone instagram

Início Destaque Preá e duas cobras são resgatadas durante queimada em área de vegetação 

Preá e duas cobras são resgatadas durante queimada em área de vegetação 

Animais foram devolvidos à natureza pela Defesa Civil aldeense. A causa do incêndio não foi identificada

-

Uma Preá (Cavia aperea), e duas cobras foram resgatadas nesta terça-feira (28) durante uma queimada no limite entre os municípios de Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia. Equipes da Defesa Civil de ambas as cidades foram acionadas e atuaram no local realizando o recolhimento dos animais, que tentavam escapar das chamas.  

As serpentes foram identificadas pelos agentes como Jiboia (Boa constrictor) e Cobra-cipó (Chironius). Por não apresentarem ferimentos, os animais resgatados foram devolvidos à natureza em área adequada. Quando necessário, as espécies silvestres são encaminhadas a institutos de reabilitação. 

A origem do incêndio é incerta, mas a população pode contribuir com o trabalho de preservação tomando alguns cuidados. É importante não descartar guimbas de cigarro em áreas que possam gerar fogo em vegetação, principalmente em épocas de ventos fortes e seca. Outro problema é a queima de lixo em terrenos baldios. As chamas podem se espalhar e fugir do controle.  
 
De acordo com o art. 41 da Lei 9.605/98, provocar incêndio ou condutas lesivas ao meio ambiente é crime ambiental. Se o crime for culposo, a pena é de detenção de seis meses a um ano, além de multa.

Rate this post
- Advertisment -

Mais lidas

Rate this post
%d blogueiros gostam disto: