O primeiro Festival do Orgulho LGBTQIA+, organizado pelo Coletivo Jovem Diferença, vai acontecer neste sábado (13), a partir das 15h, na Praça das Águas, Centro de São Pedro da Aldeia. O evento é em celebração ao Mês do Orgulho LGBTQIA+, que aconteceu em junho. A ação está prevista para durar de 8 a 10 horas e a presidente do coletivo espera receber mais 300 pessoas.

Mais de 30 artistas independentes, incluindo DJs, cantores, e performers vão participar do festival que promete apresentar a cultura LGBTQIA+ para a população da Região dos Lagos.

“Esse festival está sendo aglutinado com outras instituições, outras lideranças aqui da região, para mostrar que a gente faz cultura, que a gente faz militância, que a gente faz o fervo também, mas que a juventude está aí para mudar o futuro.”, disse Angel Queen, coordenadora do Coletivo. 

Além das apresentações, o festival também vai arrecadar alimentos, roupas, agasalhos, brinquedos e livros para apoiar aqueles as pessoas que precisam.

Desafios para realizar evento

O Coletivo Jovem Diferença chegou a enfrentar dificuldades para celebrar o Dia do Orgulho LGBTQIA+ em São Pedro da Aldeia. O principal desafio, segundo a Coordenadora de comunicação do projeto, Gaabs Allyson, disse para uma reportagem sobre o asunto no Fonte Certa, foi a falta de auxílio inicial dos órgão públicos de São Pedro da Aldeia.

“Aqui em São Pedro é difícil, demora, a gente manda mensagem, demora a responder ou fala que não dá, que não pode. Então, foi muito difícil para fazer alguma coisa para esse evento e para outros eventos que a gente faz sobre a juventude.”, disse.

Isso impactou até na data de realização do evento, que era para acontecer no dia 28 de junho, Dia do Orgulho LGBTQIA+, mas não pode ser realizado na data devido a não liberação do município, que alegou já haver outro evento marcado com mais antecedência para o mesmo dia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *